A Série B do Campeonato Brasileiro está perto da metade, e a situação do Cruzeiro na tabela de classificação segue cada vez mais delicada. Faltando cinco jogos para o fim do primeiro turno, a Raposa possui apenas duas vitórias, somando somente 12 pontos em 42 disputados até aqui. Para os próximos compromissos antes da virada de turno, a equipe celeste tem como objetivo deixar a zona de rebaixamento e está muito longe de alcançar a meta traçada por Mozart em busca de ascensão na tabela. 

Após o empate por 0 a 0 diante do Coritiba, no início deste mês, o técnico revelou que o objetivo do time era terminar o primeiro turno na oitava colocação, algo que ele considerava palpável naquele momento. No entanto, o que se viu dessa partida para frente foi um Cruzeiro que conseguiu dois empates em quatro jogos.

A última vitória foi há mais de um mês contra o Vasco, no dia 24 de junho, na sexta rodada da competição.

"Estamos abaixo do que queríamos. Eu quero chegar ao final do turno pelo menos entre os oito. É isso que projeto. É uma meta palpável para nós, e pode ter certeza que vamos atrás dela", disse na ocasião. 

Após a 14ª rodada, o Operário-PR era o oitavo colocado na tabela, com 21 pontos – nove a mais que o Cruzeiro – que possui 12 e está na 19ª colocação. Mesmo se vencer os próximos cinco compromissos, a equipe celeste chegaria, no máximo, a 27 – número próximo hoje de quem já está no G-4 ou na briga por ele. 

Há oito jogos sem vencer, a Raposa busca contra os cinco últimos adversários do primeiro turno sua reabilitação. Primeiro, encara o Londrina, na próxima sexta-feira (30), no Mineirão, às 21h30. Depois, terá pela frente Brusque (fora), Vitória (casa), Sampaio Corrêa (casa) e Náutico (fora).