A derrota para o Vasco nesta quarta-feira (2), em pleno Independência, ligou a luz amrela no Atlético. Principalmente pela sequência que o alvinegro terá pela frente em curtíssimos sete dias. Palmeiras, Flamengo e Grêmio serão os adversários da equipe comandada pelo técnico Rodrigo Santana.

No domingo (6), o time inicia a maratona contra o alviverde paulista, na Allianz Arena. Vice-líder do Campeonato Brasileiro, com 46 pontos, o time de Mano Menezes luta com todas as forças para alcançar o rubro-negro, que tem três a mais, e seguir na briga pelo bicampeonato. Para dificultar mais ainda a missão atleticana, o atual dono do caneco ainda não foi derrotado em seus domínios na atual edição.

Quando se enfrentaram no turno, os paulistas não tomaram conhecimento e venceram por 2 a 0, em pleno Mineirão. Na época, o time ainda era comandado por Luiz Felipe Scolari.

Quatro dias depois, no Maracanã, será a vez de duelar contra o embalado Flamengo do português Jorge Jesus. Assim como o Palmeiras, o líder da Série A ainda não sentiu o gosto amargo de perder em casa e é o melhor mandante. Semifinalista da Copa Libertadores e voando na competição nacional, o time da Gávea ainda quer a revanche contra o da Cidade do Galo; no primeiro turno, em BH, o agora visitante derrotou o adversário por 2 a 1.

Para finalizar a série, o Grêmio de Renato Gaúcho, outro semifinalista da Libertadores. O jogo, marcado para 13 de outubro, será a volta do Atlético ao Independência, onde perdeu quatro duelos ao todo. Na oitava colocação, com 34 pontos, o Tricolor é o quinto melhor visitante do Brasileirão; foram três vitórias, cinco empates e outras quatro derrotas. O Galo, por sua vez, é apenas o 10º melhor mandante; foram seis vitórias, dois empates e quatro derrotas.