Com pé esquerdo. Em sua primeira partida à frente do Cruzeiro, o técnico Abel Braga viu a Raposa perder por 1 a 0 para o Goiás, nessa segunda-feira (30), no estádio Serra Dourada, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A derrota fez com o que o time celeste permanecesse com 19 pontos, na 17ª colocação, dentro da zona de rebaixamento.

Mesmo com o revés, o novo comandante da Raposa fez questão de destacar a postura dos jogadores em campo.

“O que fica para nós é essa esperança viva, porque ninguém deixou nada para depois. Cada um deu seu máximo, gostei muito do que eu vi. Há muito tempo não vejo o Serra Dourada com um gramado tão irregular. No primeiro tempo, os dois times erraram passes demais. Mas acho que merecíamos melhor sorte. E os jogadores têm convicção. Nós nos colocamos nessa situação, e nós vamos sair. Sei que o torcedor não está contente com o resultado, mas está contente com a postura que viu da equipe”, afirmou.

Abel também mostrou otimismo na recuperação do time no torneio, enumerando as qualidades que enxergou na equipe celeste durante o confronto no Serra Dourada.

“A recuperação vem somente com o resultado. Você não vai dizer, hoje, que o Cruzeiro jogou menos que o Goiás, porque senão não vamos chegar em um acordo, porque o jogo foi totalmente igual. No primeiro tempo, tivemos boa saída de bola, mas tivemos muitos erros a partir da intermediária, proporcionamos alguns contra-ataques. Neutralizamos o contra-ataque com um cara que o Goiás faz sempre, que é o Michael. Mas a produção anima. Anima, porque eu acho que todos nós entendemos aquilo que necessitamos. Nós sabemos”.

Confiança

Por fim, o experiente projetou a saída do time do Z-4, citando a impressão passada pelo grupo neste início de trabalho.

“Eu vi que para um dia, que nós fizemos um trabalho tático, que foi ontem, a maneira como eles assimilaram, me deu uma esperança muito grande de nós entendermos que logo logo vamos sair dessa situação, deste momento”.

Precisando de reagir com urgência no campeonato, a equipe celeste agora volta o foco para o Internacional, adversário do próximo sábado (5), às 21h, no Mineirão, pela 23ª rodada do torneio.