O técnico do Atlético, Rodrigo Santana, compareceu ao Mineirão na noite desta quarta-feira (19) para assistir ao jogo entre Argentina e Paraguai, válido pelo Grupo B  da Copa América 2019. 

Na entrada da área vip do Gigante da Pampulha, o técnico atleticano comentou sobre sua presença no estádio. 

“Para mim é muito importante acompanhar a Seleção Argentina de perto, o melhor jogador do mundo, na minha opinião o Messi. Acompanhar duas escolas distintas, tanto a Argentina quanto o Paraguai. A gente veio para estudar, aprender um pouco mais”, disse. 

Acompanhado do pai, o senhor Maciel Santana, o treinador alvinegro deu o seu palpite sobre quem será o campeão da Copa América 2019.

“Campeão, o Brasil. Tenho que ser patriota, tenho que acreditar no meu País, na minha seleção, no técnico Tite”, explicou. 

Em relação ao jogo entre argentinos e paraguaios, que acabou em 1 a 1, Santana tinha uma seleção preferida. 

“A Argentina vem de um resultado ruim. Vou torcer pelo Paraguai, com certeza. Sou muito patriota, não vou torcer pela Argentina nunca”, falou antes do duelo. 

Entrevista aos paraguaios 

Alguns jornalistas paraguaios ficaram curiosos ao ver a imprensa brasileira entrevistando Rodrigo Santana. Um dos “periodistas” perguntou quem era o entrevistado, e ao saber de quem se tratava logo falou da recente contratação atleticana: o volante Ramón Martinez, que veio do Guaraní do Paraguai. 

“Muito bom jogador. A gente vem rastreando há bastante tempo. Um jogador muito profissional, muito compenetrado. A gente espera que ele tenha muito sucesso aqui dentro do Galo”, disse Santana, que também comentou sobre o posicionamento do atleta em campo. A gente vai conversar com ele, para ver como ele se sente mais à vontade, mas o mais interessante vai ser ele jogar por fora, como lateral”, completou.

O Atlético comprou 80% dos direitos econômicos do meio-campista, que tem  23 anos e assinou com o clube até o fim de 2022.