Adversário do Cruzeiro na estreia da Série B, o Confiança-SE vive momento delicado na temporada.

Assim como a Raposa, o Dragão foi eliminado na semifinal do Estadual, nesse fim de semana, e passa a pensar nos próximos desafios da temporada. 

Time de melhor campanha na fase de grupos, o Confiança perdeu a vaga na decisão para o Sergipe, após empatar em 0 a 0 o jogo de ida, e perde o duelo de volta por 1 a 0 no último sábado, dentro de casa.

O revés diante do maior rival custou o emprego do técnico Daniel Paulista, demitido nesta segunda-feira.

Além da perda do título sergipano, as quedas na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste também pesaram para a decisão da saída do treinador, que havia retornado ao cargo em setembro, durante a Série B.

Nesta passagem, Daniel comandou o time em 49 jogos, com 18 vitórias, 18 derrotas e 13 empates.

Somando o primeiro período como técnico do Dragão, marcado pelo inédito acesso à Série B, em 2019, Paulista soma 89 jogo à frente do time azul, com 36 vitórias, 29 derrotas e 24 empates

O Confiança ainda não divulgou o nome do novo treinador.

Intertemporada

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não divulgou a tabela detalhada da primeira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Certo é, que a competição está marcada para começar no dia 28 de maio, uma sexta-feira, com os duelos inaugurais sendo distribuídos ao longo desse mesmo fim de semana. 

Também está definido que o primeiro adversário do Cruzeiro no campeonato será o Confiança-SE, no estádio Batistão, em Aracaju.

Fora das finais dos respectivos estaduais, e sem compromissos oficiais por outros torneios até o final de maio, as duas equipes entram em uma espécie de intertemporada até o debute no Brasileiro.

A Raposa também está na disputa da Copa do Brasil, mas os duelos com o Juazeirense-BA, pela terceira fase do torneio, estão marcados apenas para os dias 3 e 10 de junho, depois da estreia na Série B.

O Confiança, por sua vez, terá apenas a disputa da segunda divisão nacional no restante da temporada.

Com isso, os times terão quase 20 dias para recuperar os lesionados e acertar todos os detalhes para buscar o triunfo na estreia no Brasileiro.