O agente do atacante Kleber, Giuseppe Dioguardi, concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira (5) e negou que estejam encerradas as negociações para uma rescisão amigável entre o jogador e o Grêmio, como havia revelado, na quarta, o diretor jurídico do clube, Nestor Hein.

De acordo com o empresário, as negociações estão apenas paralisadas, porque o Grêmio insiste em uma cláusula que impediria Kleber de jogar pelo Internacional até a data em que se encerra o contrato vigente entre ele e o clube tricolor.

"Eu não posso concordar que, numa negociação, ele não possa jogar num clube X. Ele tem que jogar onde quiser. A parte de Kleber com o Grêmio vem sendo cumprida à risca. Uma das hipóteses dessa negociação é o Grêmio não querer que ele jogue no Inter. Eu não concordo", argumentou o agente.

Kleber está afastado desde que voltou de empréstimo para o Vasco, no fim do ano passado, e sequer treina com o elenco principal. Felipão já deixou claro que não vai reintegrar o atacante, desafeto desde os tempos de Palmeiras. Dioguardi (popularmente chamado de Pepe) garante que, por Kleber, ele ficaria no Grêmio.

"Não temos pressa nenhuma em sair do Grêmio, porque, primeiro, o Kleber não quer sair do Grêmio. Nunca procuramos clube para o Kleber, ele nunca quis sair do Grêmio", afirma o agente, que também afirmou haver interesse do Fort Lauderdale Strikers, time de Ronaldo nos Estados Unidos, pelo atacante.