Dérbi mineiro

Ainda em fase de ‘testes’ nos elencos, Cruzeiro e América fazem primeiro clássico do Mineiro

Thiago Prata
@ThiagoPrata7
Publicado em 02/02/2022 às 07:40.
 (Gustavo Aleixo/Cruzeiro João Zebral/América)

(Gustavo Aleixo/Cruzeiro João Zebral/América)

Assim como vários jogadores dos dois lados, Paulo Pezzolano e Marquinhos Santos vão debutar em um clássico Cruzeiro x América. O duelo entre dois dos três maiores clubes de Minas e o jogo de xadrez envolvendo os treinadores acontecem nesta quarta-feira (2), às 21h30, no Mineirão, pela terceira rodada do Estadual.

Até agora, os comandantes promoveram rodízio em suas equipes, o que pode voltar a ocorrer neste dérbi.

Cruzeiro

Líder do Mineiro, com seis pontos, o Cruzeiro pode contar com os meio-campistas Adriano e Pedro Castro e o zagueiro Maicon, recuperados da Covid-19. Além disso, os celestes têm como uma das vantagens atuar em casa, com a maior parte do Mineirão tomada pela China Azul. 

"Sabemos que todos os jogos são finais para nós. E, como todo clássico, sabemos que este é muito importante. Temos que dar importância ao que nós fazemos. Se estivermos bem na partida, com muita intensidade, precisão e dedicação, será um jogo bom para nós. Mas temos que nos preparar para esta partida com muita qualidade, ver o adversário e as coisas boas e ruins que eles (América) têm. Vamos trabalhar muito para tentar ganhar”, disse o técnico uruguaio, no último domingo (31).

América

O Coelho, quarto colocado, com três pontos, também chega com confiança para o clássico, depois de vencer o Democrata-GV, por 2 a 0, no Independência. O Alviverde vai em busca do triunfo, ainda que novos testes sejam feitos no time titular. 

"Vamos manter esse rodízio de atletas nesses primeiros jogos como planejamos. Estamos tendo êxito no que planejamos, dando chance aos atletas da base. O América sempre foi formador de grandes talentos. E estão surgindo novos talentos. Temos que oportunizar esses garotos, e isso vai dando a eles amadurecimento e crescimento. Aos atletas que chegaram é normal a falta de entrosamento, houve pouco tempo. O time está no caminho, e há muito a evoluir", disse Marquinhos Santos.

2021

No ano passado, os dois times se enfrentaram três vezes, todas pelo Campeonato Mineiro. Na primeira fase, o América venceu por 1 a 0. Nas semifinais, o Coelho voltou a ganhar, por 2 a 1, na ida, e 3 a 1, na volta.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por