No meio da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro da Série B, o Cruzeiro pode ajudar a selar, nesta quarta-feira (13), o primeiro rebaixado à terceira divisão nacional.

Caso não vença a Raposa, em duelo que será disputado às 21h30, no Independência, pela 34ª rodada da competição, o Oeste terá confirmada a queda para a Série C, independentemente de outros resultados.

Com apenas 23 pontos, na lanterna do campeonato, o time paulista tem a situação praticamente irreversível no campeonato.

Para se salvar do rebaixamento, o Rubro-Negro teria que vencer os cinco jogos restantes e contar com uma improvável combinação de resultados.

Entre eles, por exemplo, a necessidade de que o Vitória, primeiro time fora do Z-4, com 37 pontos, some apenas um dos 15 pontos que disputará na reta final do campeonato.

Outra situação, quase milagrosa, seria a de que o Naútico, 15º colocado, com 38 pontos, e último time que o Rubro-Negro ainda tem condições de ultrapassar na tabela, perdesse todos as partidas até o final da Série B.

De acordo com o site Probabilidades no Futebol, do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Oeste tem 99,999% de chances de rebaixamento. 

Iminente queda

Mesmo com a esperança de buscar um triunfo sobre o Cruzeiro, é possível que o Oeste chegue para o duelo no Horto já rebaixado. 

Para isso, basta que o Figueirense (17º, com 36 pontos) vença a Chapecoense, fora de casa, e o Náutico ao menos empate com o América, no Recife. Ambos os confrontos serão realizados nesta terça. 

Se ao menos um desses dois resultados acontecer, e o Vitória vencer o Avaí, na quarta, em Florianópolis, o Oeste também vai ser rebaixado nesta todada, mesmo que consiga um triunfo sobre a Raposa. 

O encontro entre o Cruzeiro e o Rubro-Negro no primeiro turno - o primeiro entre as equipes na história -  terminou empatado em 0 a 0,  em duelo realizado no dia 11 de outubro, na Arena Barueri, pela 15ª rodada da Série B.

O resultado, inclusive, marcou a demissão do técnico Ney Franco do comando do time celeste, após apenas sete jogos.