Ponto final. O Brasil foi derrotado por 2 a 1 para a Bélgica, nessa sexta-feira (6), na Arena Kazan, e está eliminado da Copa do Mundo da Rússia. 

A queda nas quartas de final veio com dois gols no primeiro tempo. Fernandinho, contra, e Kevin de Bruyne marcaram para os belgas, e Renato Augusto descontou para o Brasil, no segundo tempo.

Apesar da pressão na parte final do jogo, a Seleção esbarrou na falta de pontaria e na grande atuação do goleiro Courtois.

Pouco acionado durante o jogo, o goleiro Alisson destacou o empenho da Seleção, fazendo citando a qualidade do time da Bélgica.

“Temos de sair de cabeça erguida. É difícil num momento assim a gente superar uma derrota, uma eliminação como essa, sabendo da qualidade do nosso time. Encontramos uma grande equipe pela frente, fizeram um bom trabalho. Conseguiram fazer dois gols. Demos nosso melhor dentro de campo. Isso que temos de saber. Criamos. Tem de ver o que faltou para melhorar", completa. 

Leia mais

Tite vê Bélgica decisiva, goleiro 'iluminado' e evita cravar futuro na Seleção Brasileira

Miranda lamenta eliminação, destaca luta dos jogadores e vê futuro promissor para a geração

Renato Augusto lamenta chances perdidas e resume eliminação : 'Um dia triste'

Baque

O arqueiro da equipe verde e amarela afirmou que o time manteve a postura após ver o rival abrir o placar, mas que o segundo gol  belga foi um baque para os jogadores.

“Acredito que quando sofremos o primeiro gol até reagimos de uma maneira positiva, conseguimos controlar as reações, trabalhar bem a bola. Estava difícil de achar os espaços. Quando tomamos o segundo, acho que demos mais espaços. O goleiro deles foi muito bem também. Temos de saber que eles também têm méritos. Vamos sentir, porque é difícil, doloroso, mas temos de sair com a cabeça erguida”, diz.