O América conseguiu um importante resultado na luta para voltar ao G-4 no Campeonato Brasileiro da Série B.

Jogando em Goiânia, o Coelho empatou em 2 a 2 com o Atlético-GO, nesta sexta-feira (25), no estádio Antônio Accioly, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, e continua próximo ao G-4 da competição.  

A equipe goiana chegou a abrir 2 a 0 no placar, com gols de Aylon e Pedro Raul, no primeiro tempo, mas o Alviverde buscou o empate com Geovane e Matheusinho, que balançou as redes já aos 45 minutos da segunda etapa.

Com o resultado, o América, que encontrou muitas dificuldades na partida, chegou aos 48 pontos, mesma pontuação do Coritiba, quarto colocado, que leva vantagem sobre o Coelho no saldo de gols (8 a 6).

A equipe comandada pelo técnico Felipe Conceição também mantém o Atlético-GO, concorrente direto por uma vaga na Série A, no radar.

O empate em Goiânia deixou o Dragão, que vem de cinco empate seguidos, com 50 pontos, na terceira colocação.

Depois de somar quatro pontos nos últimos dois jogos disputados fora de casa, o América tem pela frente dois jogos diante do seu torcedor.

Daqui a oito dias, o Coelho recebe a Ponte Preta, às 19h, no Independência, pela 32ª rodada da Série B.

Três dias depois, também no Horto, o Alviverde vai encarar o Paraná, às 20h30.

Geovane América

O jogo

Precisando voltar a vencer diante do seu torcedor para permanecer no G-4, o Atlético-GO iniciou o duelo pressionando o América já no campo de defesa do adversário.

Aos seis minutos, o Dragão chegou a balançar as redes, mas o árbitro assinalou o impedimento de Pedro Raul, que havia completado cruzamento de Moacir.

O Coelho até teve uma boa oportunidade de marcar com o Matheusinho, aos 11 minutos. O camisa 10 do Coelho recebeu na ponta esquerda, ajeitou o corpo e mandou uma bomba, que passou rente ao travessão de Kozlisnski.

Aos 15 minutos, o goleiro do Atlético apareceu para fazer boa defesa em chute de Viçosa, na entrada da área, que desviou na defesa, indo bem no cantinho esquerdo.

A equipe goiana abriu o placar aos 20 minutos, com Aylon, ex-jogador do América. O atacante aproveitou cruzamento de Jonathan, pela esquerda, e testou firme, aproveitando o erro de posicionamento da defesa americana.

Aos 30 minutos, o segundo. Em rápido contra-ataque do Dragão, Moacir recebeu pela ponta direita avançou e serviu Pedro Raul, que bateu firme para ampliar o marcador.

O Coelho teve a chance de diminuir aos 46 minutos. Viçosa recebeu passe de Diego Ferreira dentro da pequena área, ficou sem ângulo e ajeitou para Juninho, que vinha de trás, e bateu mascado, facilitando o corte de Lucas Rocha, que afastou antes que a bola entrasse.

Segundo tempo

Mesmo na frente do placar, o Atlético continuou pressionando, e quase marcou o terceiro com Aylon, aos três minutos, mas o atacante foi travado por Leandro Silva no momento do chute.

Airton apareceu bem aos 15 minutos, defendendo forte chute de Nicolas, de fora da área.

Quando o gol do Coelho parecia improvável, a defesa do time goiano resolveu colaborar. Aos 27 minutos, a zaga do Dragão saiu jogando errado, Matheusinho recuperou e serviu Geovane, que bateu colocado, no canto esquerdo, diminuindo para o Alviverde.

Ficha do jogo

Atlético-GO 2 x 2 América

Motivo: 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B

Horário: 19h15

Local: Estádio Antônio Accioly (Goiânia)

Arbitragem: Vinícius Furlan, auxiliado por Daniel Paulo Ziolli e Luiz Alberto Andrini Nogueira (todos de São Paulo).

Gols: Aylon, aos 20 minutos do primeiro tempo e Pedro Raul, aos 30 minutos do primeiro tempo; Geovani, aos 27 minutos do segundo tempo e Matheusinho, aos 45 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Moacir e Matheuzinho (Atlético-GO) e Willian Maranhão (América)

Público: 6.712 presentes

Renda:R$65.185,00

Atlético-GO

Kozlinski; Jonathan, Lucas Rocha, Oliveira e Nicolas; Nathan, Moacir e Jorginho (André Castro); Mike, Pedro Raul (Rodrigo Rodrigues) e Aylon (Matheuzinho).
Técnico: Eduardo Barroca

América

Airton; Leandro Silva (Rafael Bilu), Lucas Kal, Ricardo Silva e Sávio; Juninho, Flávio (Jonatas Belusso), Willian Maranhão (Geovane) e Diego Ferreira; Matheusinho e Júnior Viçosa
Técnico: Felipe Conceição