Além de Keké e Daniel Amorim, ambos do Tombense, que lideram a lista de artilharia do Campeonato Mineiro com seis e cinco gols, respectivamente, os três times da capital entram nas semifinais da competição, a partir deste final de semana, também contando com concorrentes ao posto de goleador do Módulo I.

A maior ameaça à dupla de Tombos neste momento é Rodolfo, do América, com cinco gols,  que busca um feito inédito neste século, pois nos títulos de 2001 e 2016, o Coelho não teve o artilheiro do Módulo I.

Rodolfo atacante América

Rodolfo, do América, tem apenas um gol a menos que Keké, do Tombense, artilheiro do Módulo I do Campeonato Mineiro

A última vez que isso aconteceu foi em 1993, quando os americanos levantaram a taça e ainda tiveram Hamilton, autor de dez gols, como goleador do Campeonato Mineiro.

A partir de 2001, apenas duas vezes o América teve o artilheiro do Estadual, com Fábio Júnior, autor de 13 gols, em 2011, e Aylon, com seis, em 2018, sendo que Ricardo Oliveira, do Atlético, alcançou a mesma marca.

Nesta duas temporadas, o Coelho ficou de fora da decisão, que reuniu Cruzeiro e Atlético com os celestes levantando a taça.

Desafio

O cruzeirense William Pottker e os atleticanos Nacho Fernández, Eduardo Vargas e Marrony entram nas semifinais do Módulo I também brigando pela artilharia, embora tenham a metade dos gols marcados por Keké, do Tombense, pois balançaram a rede três vezes cada.

No caso de Pottker, seu desafio é grande, pois ele é reserva no time de Felipe Conceição e entrou nesta lista no último domingo, com dois gol sobre o Patrocinense, numa partida em que substituiu o titular Rafael Sóbis, suspenso.

William Pottker CruzeiroApesar de reserva do Cruzeiro, William Pottker é o artilheiro do time no Estadual até agora

Já os atleticanos vivem a indefinição quanto à participação nas partidas semifinais contra o Tombense.

O argentino Nacho Fernández e o chileno Eduardo Vargas são titulares do time de Cuca, mas ainda não está certo se o Atlético terá força máxima, por causa da participação na Copa Libertadores.

Na próxima terça-feira, o time faz um confronto decisivo com o Cerro Porteño, do Paraguai, no Mineirão, pela terceira rodada do Grupo H.

Nacho Fernández meia AtléticoEntre os sete jogadores que disputam as semifinais e brigam pela artilharia do Campeonato Mineiro, Nacho Fernández, do Atlético, é o único que atua como meia, pois os outros seis são todos atacantes

Se poupar seus titulares, Cuca pode estar aumentando as chances de Marrony na briga pela artilharia do Campeonato Mineiro.

Titular e destaque do Atlético nas quatro primeiras rodadas do Estadual, quando o Galo usou um time alternativo, comandado pelo auxiliar Lucas Gonçalves, Marrony perdeu espaço com a volta de Keno, dono do lado esquerdo do atacante alvinegro. Agora ele pode ter a chance de voltar a uma batalha que ele travou no início do Módulo I.