Em situações e momentos distintos na temporada, América e Atlético entram em campo neste domingo (13), às 16h, contra, respectivamente, Flamengo, no Maracanã, e São Paulo, no Mineirão, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Uma jornada na qual um mineiro pode, obviamente, melhorar sua situação na tabela e ainda colaborar com o outro em termos de classificação.

Atual bicampeão nacional em sequência (2019 e 2020), o Flamengo é um dos favoritos ao título deste ano novamente. Por isso, qualquer tropeço do rubro-negro é visto com bons olhos pelo também milionário Atlético, que investiu pesado para tentar dar fim a um jejum que dura quase 50 anos, o de levantar a taça da competição – a única do Alvinegro foi obtida em 1971.

Atualmente, Galo (nono colocado) e Mengão (oitavo) possuem três pontos, cada, nesta edição do torneio, porém os cariocas têm um jogo a menos, já que o duelo que fariam com o Grêmio na segunda rodada ainda não tem data definida. Ou seja, se o América não perder para o Urubu, os comandados de Cuca têm a chance de ultrapassar o Fla na classificação.

Milagre?

Vencer o Flamengo no Maracanã é algo que o América não consegue desde 2000, quando bateu o rubro-negro por 2 a 1, de virada. O momento é outro, claro. O problema é que se trata de um momento negativo vivido pelo Coelho, sem ganhar há seis partidas na temporada.

Nem por isso o time vai entrar em campo diante do atual bicampeão pensando em derrota. E, caso alcance aquilo que muitos chamam de “milagre”, ou seja, um triunfo sobre os cariocas, o Coelho, vice-lanterna e ainda sem pontuar, subiria alguns degraus, inclusive podendo ultrapassar o São Paulo, ocupante da 15ª posição, com um ponto. Isso se o Galo também fizer sua parte e brecar o tricolor paulista.

Em outras palavras, o Atlético tenta fazer valer o fator casa para conquistar seu primeiro triunfo no Mineirão neste Brasileirão, e o América busca ser a “zebra” da rodada e, com isso, iniciar uma volta por cima no torneio. Combinação muito bem-vinda ao futebol mineiro.

América e Atlético

Lisca e Cuca tentam criar as melhores estratégias para esta terceira rodada