América e Cruzeiro estarão em campo na noite desta sexta-feira (25), pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, buscando a reabilitação, já que ambos foram derrotados no último jogo pela competição. Mas os três pontos têm significado bem diferente para americanos e cruzeirenses.

O Coelho encara a Chapecoense, às 19h15, na Arena Condá, em Chapecó. A Raposa entra em campo mais tarde, às 21h30, para receber o Avaí, no Mineirão.

Cruzeiro América Série B 2020 Mineirão

O Cruzeiro, de Maurício, precisa reagir na Série B, pois está beirando a zona de rebaixamento; já o América, de Messias, tenta retornar ao G-4 da competição

O América perdeu de 1 a 0 para o Figueirense, no último sábado (19), no Independência, quando o técnico Lisca escalou um time praticamente reserva, por causa do jogo decisivo pela Copa do Brasil na última terça-feira (22), contra a Ponte Preta, quando a presença nas oitavas de final da competição foi conquistada com os 3 a 1 que garantiram ao clube a cota de R$ 2,6 milhões.

Com o resultado diante dos catarinenses, a vaga no G-4 foi perdida pelo Coelho. E só será recuperada em caso de vitória sobre a Chapecoense, que é justamente a quarta colocada e ocupa a primeira posição acima do América, que é quinto.

Ganhando, o time do técnico Lisca pode chegar no máximo à vice-liderança. Mas terá de contar com pelo menos um empate da Ponte Preta, que recebe o Confiança, neste domingo, em Campinas, e de derrota do Paraná, que encara o Brasil-RS, em Pelotas, neste sábado, e ainda tirar a diferença de quatro gols no saldo em relação aos paranistas.

Arrancada

A derrota por 3 a 1 para o CSA, no último sábado, no Rei Pelé, em Maceió, mais do que impedir o Cruzeiro de diminuir para seis pontos sua diferença em relação ao G-4, fez ainda com que o time do técnico Ney Franco colasse novamente na zona de rebaixamento, caindo para a 15ª posição.

O Guarani, que é 17º colocado, é o primeiro integrante do Z-4 e tem os mesmos oito pontos do Cruzeiro, sendo superado apenas no número de vitórias, mesma situação do Botafogo-SP, que é 16º.

Nesta rodada, o Cruzeiro pode, no máximo, subir três posições na classificação, alcançando o 12º lugar.

Para isso, além de vencer o Avaí, que no último domingo (20) foi goleado pelo Sampaio Corrêa, em Florianópolis, por 5 a 2, ainda precisa contar com pelo menos empate do Figueirense, que recebe o Guarani, neste sábado (26), e derrota do Confiança, que encara a Ponte Preta, no domingo (27), em Campinas.