“Espero e peço de novo a presença da nossa torcida. Desde que criamos um ambiente positivo por causa dela, só tivemos vitórias em casa. Peço que continuem empurrando o time do início ao fim, pois está sendo fundamental”. O pedido feito pelo técnico Felipe Conceição, além de ter o objetivo de aumentar a empatia entre campo e cadeiras do Independência, serve também para ratificar o bom momento do América na Série B do Campeonato Brasileiro.

Invicto há sete rodadas, com cinco vitórias e dois empates, o Coelho ganhou corpo na competição desde que o novo comandante assumiu o cargo deixado por Maurício Barbieri. Contudo, quando o assunto é o desempenho dentro de casa, o alviverde ainda precisa suar muito para deixar para trás os números ruins.

Dos 27 pontos disputados no Independência, o América conquistou apenas 11, tendo um aproveitamento de 41%. O time mineiro, neste quesito, é o anti-penúltimo da tabela.

Vindo de vitória por 2 a 0 sobre o São Bento, fora de casa, o próximo adversário do Coelho no Brasileirão será o Operário, do Paraná. Na sexta colocação, com 28 pontos, a equipe paranaense não perde há três duelos e, no último, deixou para trás o Figueirense. A partida será neste sábado, às 19h, no Horto.

“A gente está amadurecendo. Isso deu para perceber. Foi uma vitória perfeita. Não tenho um senão para colocar no desempenho da equipe. Espero que a gente continue assim, com os pés no chão, trabalhando, para que a gente continue nessa sequência positiva”, comentou Conceição após a importante vitória em solo paulista.

Péssimo visitante

Se o América tem números ruins em casa, o Operário também não é dos melhores visitantes. Com 5 pontos conquistados em 27 disputados, os paranaenses estão em 18º na classificação quando atua fora de seus domínios.

O Alvinegro tem a terceira pior campanha, com 18,5% de aproveitamento - nove jogos, uma vitória, dois empates e seis derrotas. “A gente precisa melhorar fora de casa. Esse é o ponto que a gente precisa encontrar uma solução. Aí sim vamos subir ainda mais na tabela. O grande desafio, a próxima jogada do jogo de xadrez agora é tentar continuar sendo forte em casa e melhorar um pouco fora”, disse o técnico Gerson Gusmão. “Nossa pontuação pode melhorar, a gente pode buscar novos objetivos”, concluiu o comandante do time de Ponta Grossa.

A FICHA DO JOGO

AMÉRICA
Jori; Leandro Silva, Paulão, Ricardo Silva e João Paulo; Zé Ricardo e Juninho; Diego Ferreira, Marcelo Toscano e Felipe Azevedo; Júnior Viçosa. Técnico: Felipe Conceição

OPERÁRIO-PR
Rodrigo Viana; Maílton, Alisson, Rodrigo e Allan Vieira; Jardel, Índio e Marcelo; Cleyton, Lucas Batatinha e Felipe Augusto.
Técnico: Gerson Gusmão

DATA: 31 de agosto de 2019
LOCAL: Independência
ARBITRAGEM: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Alisson Lima Damasceno e Mauro Cezar Evangelista de Souza, todos do Piauí
TRANSMISSÃO: Premiere