O América deu mais um vexame no Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando no Independência, o Coelho perdeu por 1 a 0 para o Atlético-GO, nesta sexta-feira (26), e segue afundado na zona de rebaixamento do torneio. A derrota do time alviverde veio dos pés de Jorginho, que marcou o gol do Dragão aos 43 minutos do segundo tempo.

O lance crucial da partida aconteceu logo aos seis minutos de jogo. Após Juninho sofrer pênalti, Jonas Belusso parou na defesa de Maurício Kozlinski, e desperdiçou a chance de mudar o cenário do duelo.

No restante da primeira etapa, a equipe comandada pelo técnico Felipe Conceição até chegou a produzir muitas oportunidades de gol, mas esbarrou na falta de pontaria do próprio Bellusso e de Felipe Amorim, que, apesar da dedicação habitual, também viveu uma noite infeliz.

Melhor postado no segundo tempo, o Atlético-GO diminuiu os espaços do América, que pouco ameaçou nos 45 minutos finais.

Nem mesmo a necessidade da vitória diante do seu torcedor para iniciar uma reação na competição fez o técnico Felipe Conceição abrir mão do pragmatismo, consolidado com a manutenção dos três volantes durante todo o tempo, pelo segundo jogo consecutivo.

Afobado e visivelmente ansioso em campo, o Coelho cedeu espaços para o contra-ataque e foi castigado com o gol do adversário já nos minutos finais.

Com o novo revés, o Alviverde, que soma apenas uma vitória na competição, se manteve com sete pontos, na 19º colocação, podendo terminar a rodada na lanterna, caso o Guarani ao menos empate com o São Bento, em duelo que também vai ser realizado também nesta sexta.

O América volta a campo na próxima terça-feira (30), às 20h30, para enfrentar Ponte Preta, em Campinas, pela 13ª rodada da Série B.

No mesmo dia e horário, o Atlético-GO recebe o Operário-PR, em Goiânia.

O jogo

O América teve a chance de abrir o placar, e ter mais tranquilidade no jogo logo aos 6 minutos. Juninho foi derrubado dentro da grande área, e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o goleiro Maurício Kozlinski pulou no canto direito para defender a cobrança de Jonatas Belusso.

Belusso teve a segunda chance marcar aos 23 minutos. Depois de invadir a área, o camisa 19 do Coelho driblou o defensor, bateu no canto direito, mas errou o alvo.

No minuto seguinte, Felipe Azevedo fez boa jogada individual pela direita, cortou para o meio, mas finalizou fraco, nas mãos de Kozlinski.

Mesmo vaiado pela torcida, Belusso não se abateu e continuou procurando o jogo, e sendo uma das principais opções ofensivas do Alviverde. Aos 30 minutos, o atacante tabelou com Felipe Azevedo e, mesmo sem ângulo, finalizou com perigo, por cima da meta do Atlético-GO.

Dois minutos depois, novamente o camisa 19 do América chegou perto de balançar as redes ao desviar de cabeça uma cobrança de lateral, assustando o goleiro do adversário.

Aos 38 minutos, de novo Jonatas Belusso. O atacante do Coelho arriscou de fora da área e a bola passou rente ao gol do adversário.

No lance seguinte, os visitantes assustaram pela primeira vez. Matheuzinho carregou a bola pela faixa central do campo, arriscou de longe e quase surpreendeu Jori.

No último lance da primeira etapa, um milagre do goleiro americano. Após cruzamento da direita de Jorginho, o atacante Mike cabeceou, e Jori, à queima roupa, fez grande defesa.

Segundo tempo

Diferentemente dos primeiros 45 minutos, o Atlético-GO voltou melhor postado em campo, dando menos espaços ao América.

A primeira oportunidade da segunda etapa foi justamente do Dragão. Aos 16 minutos, Jorginho recebeu lançamento dentro da área e finalizou com força, com perigo ao gol do Coelho.

O América chegou com perigo pela primeira vez apenas aos 31 minutos. Neto Berola fez bonita jogada individual pela direita, invadiu a área, mas bateu na rede pelo lado de fora. Júnior Viçosa e Juninho fechavam sozinhos na pequena área.

Aos 40 minutos, um lance bizarro no Independência. O zagueiro Lucas Rocha, do Atlético-GO tentou cortar cruzamento da direita, errou o chute e quase mandou contra as próprias redes.

O castigo para o Coelho veio aos 43 minutos. Nicolas cruzou pela esquerda, e Jorginho cabeceou no contrapé de Jori para marcar.

Júnior Viçosa, que entrou muito mal na partida, ainda tentou o empate, mas errou a finalização na entrada da área.

O zagueiro Paulão, de cabeça, teve a última chance de jogo, mas cabeceou para fora, depois de cruzamento de Zé Ricardo.

FICHA DO JOGO

América 0 x 1 Atlético-GO

Motivo: 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B

Local: Estádio Independência

Arbitragem: Gilberto Rodrigues Castro Junior, auxiliado por Clovis Amaral da Silva e Bruno Cesar Chaves Vieira. Trio de Pernambuco.

Gol: Jorginho, aos 43 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Ricardo Silva, Felipe Azevedo e Matheusinho (América); Pedro Raul e Kozlinski (Atlético-GO)

Público: 1.241

Renda: R$ 5.982

América

Jori; Leandro Silva, Paulão Ricardo Silva e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Willian Maranhão; Matheusinho (Neto Berola), Felipe Azevedo (Rafael Bilu) e Jonatas Belusso (Júnior Viçosa). Técnico: Felipe Conceição

Atlético-GO

Maurício Kozlinski; Jonathan, Lucas Rocha, Oliveira e Nicolas; André Castro, Moacir e Jorginho; Matheuzinho (Bustamante), Mike (Jarro Pedroso) e Pedro Raul. Técnico: Wagner Lopes