O América estará de olho na rodada Copa Libertadores neste meio de semana. Isso porque, o Atlético, adversário do Coelho no próximo domingo, estará em campo, possivelmente com a mesma formação que entrará em campo no clássico de domingo (17), às 16h, no Mineirão.

Nas outras partidas do Campeonato Mineiro que sucederam rodadas do torneio continental, o técnico Levir Culpi poupou os jogadores considerados titulares, e mandou a campo uma equipe alternativa.

Entretanto, o duelo direto pela liderança geral da primeira fase do Mineiro, que garantiria vantagens na sequência da competição, deve fazer com que o comandante atleticano opte em lançar o time principal diante do Coelho.

Com isso, a partida entre Nacional e Atlético servirá de observação para a comissão técnica e os jogadores do América, já que o rival não joga com os titulares no estadual desde o dia 30 de janeiro, quando venceu a URT por 4 a 0, no Independência, pela quarta rodada do torneio.

Desde então, os reservas do alvinegro levaram o clube para a liderança do estadual, com 22 pontos, um a mais que o Coelho.

Desgaste 

Sobre um possível desgaste do rival, que atua nesta terça, o lateral-esquerdo João Paulo mostrou tranquilidade, lembrando que o Coelho enfrentou situação similar nesse Mineiro.

“Acho que não levaremos vantagem com eles jogando no meio de semana. Clássico sempre falamos que é a superação de tudo. Tivemos uma viagem, antes do clássico contra o Cruzeiro, e, no dia do jogo, corremos para ganhar. Creio que eles farão a mesma coisa. A equipe que estiver mais bem concentrada vai sair vitoriosa. Temos de trabalhar bem na semana, como já estamos fazendo, focados e humildes para desempenharmos bem nosso papel no clássico”, completou o lateral.

Já o volante Zé Ricardo, que volta ao time após cumprir suspensão na última rodada, admitiu que estará de olho no compromisso do rival neste meio de semana.

“Dá para assistir ao jogo deles, sim. Procuramos estar acompanhando os adversários. Se puder, vou assistir”.