A liderança isolada foi mantida, mas a diferença para o segundo colocado, que era de três pontos, agora é de apenas um, e a classificação às semifinais, que seria praticamente assegurada com uma vitória ainda não é realidade. Isso porque o América ficou no 1 a 1 com o Boa Esporte neste domingo (8), em partida disputada no Estádio Independência pela oitava rodada da fase classificatória do Módulo I do Campeonato Mineiro.

Em relação ao time que vinha jogando, o Coelho não contou com o goleiro Airton, que sentiu uma lesão muscular na coxa esquerda. Como o time terá uma sequência decisiva nos próximos dias, por Copa do Brasil e Campeonato Mineiro, o técnico Lisca preferiu poupar o seu goleiro titular. Por isso, Jori foi escalado para encarar o Boa Esporte e não comprometeu.

América Boa Esporte Independência Campeonato MineiroO América perdeu a chance de praticamente se garantir nas semifinais do Campeonato Mineiro ao empatar por 1 a 1 com o Boa Esporte, neste domingo, no Independência

O jogo

Apesar da importância da vitória para os dois lados, pois o Boa Esporte tenta se distanciar da zona de rebaixamento, o primeiro tempo foi morno, inclusive com a impressão de que os dois times se poupavam, pois vinham de jogos pela segunda fase da Copa do Brasil no meio da última semana.

Na quarta-feira (4), o Boa Esporte foi eliminado pelo Cruzeiro após empate por 1 a 1 e derrota nos pênaltis, em partida disputada em Varginha. A situação americana era ainda mais complicada, pois o time jogou pela competição nacional na última quinta-feira (5), quando fez 2 a 0 no Operário-PR, em Ponta Grossa.

Na melhor chance da primeira etapa, aos 46 minutos, Ademir puxou um contra-ataque e deixou Felipe Augusto cara a cara com o goleiro, mas o meia-atacante finalizou mal e permitiu a defesa de Renan Rocha com o pé.

Dez contra dez

Na segunda etapa, a expulsão do volante Zé Ricardo, logo aos 8 minutos, após receber o segundo cartão amarelo por falta no centroavante Jefferson, mudou a história do jogo.

Apesar da inferioridade numérica, o América passou a ter o contra-ataque e criou pelo menos três grandes chances, com Felipe Augusto abrindo o placar na segunda delas.

Quando o ímpeto americano diminuiu, um erro de Ademir na saída de bola permitiu ao Boa Esporte chegar ao empate, com Jefferson, aos 23 minutos. E a equipe de Varginha passou a incomodar muito e poderia até ter chegado à virada.

Aos 36 minutos, Denis sentiu lesão muscular e o jogo passou a ter dez jogadores dos dois lados, pois a equipe de Varginha já tinha feito as três alterações.

Aos 41, Léo Passos recebeu grande passe de Juninho, dentro da área, mas finalizou para defesa de Renan Rocha, que foi uma barreira ao objetivo americano de praticamente garantir presença nas semifinais neste domingo, no Independência.

Copa do Brasil

O América volta suas atenções agora para a Copa do Brasil. Pela terceira fase da competição encara a Ferroviária, de São Paulo, na próxima quarta-feira (11), às 19h15, no Estádio Fonte Luminosa, em Araraquara. A volta será em 19 de março, no mesmo horário, no Independência. Quem passar à quarta fase da competição nacional garante uma cota de R$ 2 milhões.

Pelo Módulo I do Campeonato Mineiro, o América volta a campo no próximo domingo (15), quando encara o Patrocinense, às 16h, no Estádio Pedro Alves do Nascimento, em Patrocínio, pela nona rodada do Estadual.

A FICHA DO JOGO


AMÉRICA 1
Jori; Diego Ferreira, Lucas Kal, Eduardo Bauermann e Sávio; Zé Ricardo, Juninho e Alê (Flávio); Ademir (Léo Passos), Rodolfo e Felipe Augusto (Vitão).
Técnico: Lisca

BOA ESPORTE 1
Renan Rocha; Yuti, Wesley, Henrique Moura e Ferreira (Chiquinho); Caio César (Gindre), Nonoca, Cesinha (Denis), Claudeci e Carlinhos; Jefferson.
Técnico: Nedo Xavier

DATA: 8 de março de 2020
MOTIVO: 8ª rodada da fase classificatória do Módulo I do Campeonato Mineiro
ESTÁDIO: Independência
CIDADE: Belo Horizonte
GOLS: Felipe Augusto, aos 13, e Jefferson, aos 23 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Emerson de Almeida Ferreira, auxiliado por Felipe Alan Costa de Oliveira e Frederico Soares Vilarinho
CARTÃO VERMELHO: Zé Ricardo (América)
CARTÕES AMARELOS: Lucas Kal (América); Ferreira, Wesley (Boa Esporte)
PÚBLICO: 2.993
RENDA: R$ 17.390,00