O América estreou com o pé esquerdo no Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, o América perdeu por 1 a 0 para o Operário-PR, nessa sexta-feira (26).

Coube ao atacante William, aos 18 minutos do segundo tempo, selar com chave de ouro o retorno do time paranaense à segunda divisão nacional, após 28 anos.

Apesar da entrega, a equipe comandada pelo técnico Givanildo Oliveira esbarrou na falta de criatividade para armar as ações ofensivas. Apenas Matheusinho, bem marcado durante todo o duelo, conseguiu lampejos que levaram perigo à meta do adversário.

Já o time da casa, bem postado em campo, mostrou organização e muita disposição em campo, levando a torcida ao êxtase com o triunfo na abertura da Série B.

O Coelho terá a chance de buscar a reabilitação na próxima terça-feira, quando vai enfrentar o Botafogo-SP, às 21h30, no Independência.

Já o Operário volta a campo apenas no dia 4 de maio, em duelo com o Cuiabá, na Arena Pantanal.

O jogo

O primeiro tempo do duelo em Ponta Grossa foi marcado pela pouca inspiração ofensiva das duas equipes.

Com o jogo muito truncando no meio campo, a primeira chance de gol veio apenas aos 13 minutos. Após lançamento na área, o atacante Bruno Batata se antecipou a defesa e cabeceou à direita, com perigo ao gol de Fernando Leal.

Com dificuldades em romper a defesa do time paranaense, o América finalizou pela primeira vez apenas aos 40 minutos, mas sem perigo. Foi a única oportunidade em que a equipe comandada pelo técnico Givanildo Oliveira conseguiu se aproximar da meta do adversário.

Segundo Tempo

O Coelho iniciou a segunda etapa disposto a tomar as rédeas da partida. Com velocidade, chegava com mais facilidade ao campo de ataque, mas continuava esbarrando na falta de criatividade.

A primeira oportunidade de gol na etapa complementar foi do Operário. Aos seis minutos, Felipe Augusto avançou pela direita, invadiu a área e bateu cruzado. Bruno Batata e Xuxa tentaram a finalização, mas a bola atravessou a área, rente ao gol da equipe alviverde, e saiu pela lateral.

O América respondeu dois minutos depois. Depois de cobrança de escanteio pela direita, Jonatas Belusso subiu mais alto que a defesa e testou firme mirando o canto direito, Júnior Viçosa se esticou todo no segundo pau, mas não conseguiu alcançar a bola.

O time da casa respondeu logo em seguida, novamente com Felipe Augusto. O meia recebeu lançamento pela esquerda, saiu frente a frente com Fernando Leal, mas o goleiro do Coelho saiu fechando o ângulo e fez boa defesa.

Aos 18 minutos, a insistência do Operário foi premiada. Allan Vieira avançou pela esquerda e cruzou para William, que fechava na segunda trave, e finalizou firme, estudando as redes de Fernando Leal.

A desvantagem no placar parece ter acordado o América. Mais ofensivo em campo, o time alviverde quase chegou a igualdade com Felipe Azevedo. O meio campo recebeu cruzamento pela direita e, sozinho na área, cabeceou com muito perigo ao gol de Simão.

Nos minutos finais, uma blitz do América. Aos 38 minutos, Matheusinho aproveitou uma rebatida errada da defesa do adversário, e finalizou da entrada da área. A bola passou raspando a trave direita do Operário. 

Aos 43, Diego Jussani levantou na área, e Jonatas Belusso desviou de cabeça, dando um susto ao goleiro Simão, que acompanhou a bola sair pela linha de fundo.

A última chance do Coelho veio novamente dos pés de Matheusinho. Aos 47 minutos, o camisa 10 do América fez jogada individual pela esquerda, levou a bola para o meio, e finalizou com perigo, no canto esquerdo do ghol do Operário. 

A FICHA DO JOGO

OPERÁRIO-PR 1

Simão; Léo (Juan Sosa), Alisson, Rodrigo e Allan Vieira; Chicão, Índio e Xuxa (Jardel); Felipe Augusto (Dione), Bruno Batata e William.  Técnico: Gerson Gusmão

AMÉRICA 0

Fernando Leal; Leandro Silva, Paulão, Diego Jussani e João Paulo; Zé Ricardo e Juninho (Christian); Felipe Azevedo (Ademir) e Matheusinho e Jonatas Belusso; Júnior Viçosa (França). Técnico: Givanildo Oliveira

DATA: 26 de abril de 2019

MOTIVO: 1ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B

LOCAL: Estádio Germano Krüger

CIDADE: Ponta Grossa, no Paraná

GOLS: William, aos 18 minutos do segundo tempo

ARBITRAGEM: William Machado Steffen (SC)

CARTÕES AMARELOS: França, Diego Jussani e João Paulo (América) e Simão e Índio (Operário

PÚBLICO: 5.581 presentes

RENDA: R$ 58.780,00