O América entrou em campo disposto a surpreender até mesmo o próprio torcedor. Entretanto, apesar de um volume de jogo atraente, acabou por sucumbir novamente no Campeonato Brasileiro. Derrota de 2 a 1 para o Vitória na Arena Fonte Nova, na noite deste domingo (28), pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Coelho, com passagem de volta já comprada para a Segunda Divisão, acumula 15 derrotas. O time, já fragilizado dentro de casa, é um visitante que não assusta ninguém. Jamais venceu fora dos seus domínios, com apenas dois empates e nove derrotas.

A equipe de Enderson Moreira vinha bem na partida, criando oportunidades, aproveitando a defesa desatenta do Leão da Barra para assustar o goleiro Fernando Miguel. Porém, para o Coelho, todo azar é pouco. 

Em um chute perfeito na entrada da área, o meia Marcelo acertou o ângulo do goleiro João Ricardo já quando o primeiro tempo se encaminhava para o final. Um gol indenfensável, capaz de esfriar os ânimos dos americanos.

Sem muito o que fazer, Enderson Moreira promoveu a entrada de Danilo Barcelos. O latera/ponta, heroi do decacampeão no título do Estadual, faria a única alegria do Coelho na noite. Entretanto, seria tarde demais.

O ex-atleticano Sherman Cárdenas recebeu livre na ponta esquerda e viu a penetração de David no segundo poste. Cruzou na medida para o jogador acertar uma cabeçada violenta dentro do gol. O Vitória tomaria alguns sustos, mas venceria o time mais maltratado neste Brasileirão.

O estreante atacante Nilson ajeitou bola lançada na zaga e tocou para a penetração de Danilo Barcelos. Ao seu estilo, o jogador acertou um míssel. Um belo gol para ele deixar de ser reserva da equipe. O Coelho ainda teve dois escanteios no fim do jogo nos quais João Ricardo foi para a área.

Agora, o lanterna da competição se preparar para o clássico contra o Cruzeiro na próxima rodada, no Independência.

Ficha Técnica
Vitória 2 x 1 América

Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; William Farias (Jose Welison), Marcelo e Cárdenas (Serginho); Vander (David), Kieza e Ramallo. Técnico: Vágner Mancini

América: João Ricardo; Jonas, Alison, Sueliton e Gilson. Pablo, Leandro Guerreiro (Diego Lopes), Juninho, Matheusinho (Danielo Barcelos), Osman e Michael (Nilson). Técnico: Enderson Moreira

Gol: Marcelo, aos 37 minutos do primeiro tempo; David, aos 19 minutos do segundo tempo e Danilo Barcelos, aos 40 minutos do segundo tempo
Arbitragem: Anderson Daronco, auxiliado por Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Junior. Trio do Rio Grande do Sul
Cartões amarelos: Vander, Marcelo e Kieza (VIT); Osman, Jonas, Pablo e Gilson (AME)
Público:  2.711 pagantes Renda: R$ 111.231,00