O Atlético se apoia em duas escritas consideráveis sobre o América para chegar ao bicampeonato mineiro no próximo sábado (22), quando os dois clubes fazem às 16h30, no Mineirão, a partida de volta pela decisão do Módulo I.

A vantagem de dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols não foi perdida pelo Galo no jogo de ida final, disputado no último domingo (16), no Independência, e que terminou empatado por 0 a 0.

América Atlético 2021Empate sem gols no Independência obriga América a quebrar escritas no próximo sábado, no Mieirão, para conquistar o Campeonato Mineiro de 2021

No Gigante da Pampulha, local do próximo confronto entre os rivais, o Coelho não vence o Atlético desde 13 de março de 2005, quando fez 1 a 0, gol do centroavante Washington, pela primeira fase do Estadual.

Naquele ano, os americanos brigavam contra o rebaixamento ao Módulo II do Campeonato Mineiro e ele foi evitado com essa vitória, mas acabou acontecendo em 2007.

Assim, o América nunca venceu o Galo no novo Mineirão, inaugurado em fevereiro de 2013.

São apenas seis clássicos entre eles no estádio, com cinco vitórias alvinegras e um empate, no primeiro duelo, em 8 de maio de 2016, resultado que garantiu ao Coelho seu último título estadual.

Nas últimas cinco partidas no Gigante da Pampulha, o Galo venceu todas, inclusive na fase classificatória deste ano, por 3 a 1, gols de Nacho Fernández (2) e Guilherme Arana, com João Paulo descontando.

Geral

No geral, considerando-se Mineirão e Independência, já tem mais de cinco anos a última vitória americana no clássico, que foi em 1º de maio de 2016, na primeira partida da decisão do Campeonato Mineiro daquele ano.

Atuando no Gigante do Horto, o Coelho fez 2 a 1, com gols de Danilo Barcelos. Lucas Pratto descontou aos 45 do segundo tempo, logo depois de Robinho ter uma cobrança de pênalti defendida por João Ricardo.

Depois disso, foi disputado no último domingo o 15º confronto entre os dois clubes e registrado o quarto empate. São 11 as vitórias atleticanas.