Sem vencer há três rodadas e com apenas cinco dos últimos 15 pontos disputados na Série B do Campeonato Brasileiro, o América recebe o Guarani neste sábado, às 11h, no Independência, pressionado, pois outro resultado que não seja uma vitória pode distanciar o time do técnico Lisca ainda mais do G-4, grupo que garante acesso à Primeira Divisão nacional no ano que vem.

conversa diretoria com jogadores América Marcus Salum

O presidente Marcus Salum conversou com os jogadores do América no último treino antes da partida contra o Guarani-SP, neste sábado, no Independência

São vários os fatores que determinaram a queda do Coelho na classificação. A série sem vitória foi iniciada com uma derrota de 1 a 0 para o Figueirense, no Independência, num dia em que Lisca escalou um time praticamente reserva por causa do jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil, três dias depois, contra a Ponte Preta.

Nas últimas duas rodadas, o América alcançou dois empates fora de casa e contra concorrentes diretos ao G-4, pois encarou a Chapecoense, em Chapecó, e o CRB, em Maceió.

Nessas três partidas sem vitória, nem gol o América marcou. O último foi do atacante Rodolfo, na vitória por 1 a 0 sobre o Paraná, em Curitiba, em 9 de setembro.

Melhor jogador do time na temporada até agora, Rodolfo será mais uma vez desfalque para o técnico Lisca, que quebra a cabeça na busca por um substituto para o comandante do seu ataque.

Outro desfalque pode ser o zagueiro Eduardo Bauermann, com uma lesão. Se ele não jogar, Anderson forma a dupla de zaga com Messias.

O zagueiro Sabino, o volante Flávio e o lateral-esquerdo João Paulo, único ttiular do trio, tiveram resultado positivo em exame para a Covid-19 e estão em isolamento, afastados dos treinamentos.

A grande preocupação da comissão técnica americana é com o calor durante a partida diante do Guarani. Belo Horizonte vem tendo temperaturas acima dos 35 graus e baixa umidade do ar.

Para piorar a situação, o jogo entre América e Guarani será às 11h, com o segundo tempo começando por volta das 12h, quando tem início o período mais quente do dia.

A FICHA DO JOGO

AMÉRICA
Matheus Cavichioli; Diego Ferreira (Daniel Borges), Messias, Eduardo Bauermann e Sávio; Zé Ricardo e Juninho; Ademir (Marcelo Toscano), Alê e Felipe Azevedo; Léo Passos. Técnico: Lisca

GUARANI-SP
Rafael Pin; Cristóvam, Wálber, Didi e Erick Daltro; Deivid, Eduardo Person, Murilo Rangel, Lucas Crispim (Bruno Sávio) e Waguininho; Rafael Costa. Técnico: Ricardo Catalá

DATA: 3 de outubro de 2020
ESTÁDIO: Independência
CIDADE: Belo Horizonte
HORÁRIO: 11h
MOTIVO: 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Adriano Barros Carneiro, auxiliado por Nailton Junior de Sousa Oliveira e Renan Aguiar Costa, todos do Ceará 
TRANSMISSÃO: Premiere