O América publicou, na tarde desta segunda-feira (22), uma mensagem em solidariedade ao ex-jogador Michel Bastos, que afirmou ter sido vítima de racismo, no último domingo.

Em publicação nas redes sociais, o Coelho demonstrou apoio ao ex-jogador, que atuou com a camisa alviverde em duas oportunidades.

“O América se solidariza e reitera seu repúdio com mais um episódio de racismo, desta vez vivido pelo atleta Michel Bastos. Não podemos nos calar diante dessas situações”, escreveu o Coelho.

O caso

Também via rede social, Michel Bastos havia postado um vídeo em que relata o caso (confira abaixo). Segundo o ex-lateral, quando estava na fila do caixa de um supermercado, em um bairro nobre de Barueri, cidade da região Metropolitana de São Paulo, ele foi confundido com um entregador de aplicativo.

“Cheguei no caixa, estava vazio e quando cheguei lá, a moça olha para mim e fala ‘É Rappi (aplicativo)?’. Eu olhei pra ela e falei não, e não foi a primeira vez que aconteceu, por isso me indignou. É a terceira vez que chego no caixa e perguntam pra mim se sou um entregador”,

Michel explicou que a indignação surge a partir do fato de que, segundo ele, além de a situação não ter sido inédita, tal tratamento não foi aplicado a outros clientes do estabelecimento, que estavam na mesma situação que ele.

“Das outras vezes tinham pessoas na minha frente, e a pergunta para essas pessoas é se eram clientes ou queriam CPF na nota. Hoje havia um senhor atrás de mim, fui colocando minhas compras no carrinho e fiquei esperando pra ver qual seria a pergunta para esse senhor. E ela não fez a mesma pergunta pra ele, o me indigna, é pelo simples fato de querer saber porque para mim é diferente”.

Carreira

Gaúcho de Pelotas, Michel Bastos atuou por equipes importantes do futebol brasileiro e do exterior.

Versátil em campo, acumulou passagens por times como a Roma, da Itália, o Lyon, da França, e o Schalke 04, da Alemanha, além de ter disputado a Copa do Mundo de 2010 pela seleção brasileira.

No Brasil, entre outros, o ex-jogador passou por Grêmio, São Paulo, Palmeiras e Sport, antes de chegar ao Coelho.

A primeira vez que Bastos vestiu a camisa alviverde foi em um torneio pelo time sub-20, no início em 2001, quando fez parte de um time que foi campeão de um torneio disputado na Holanda. Como na época o América tinha uma parceria com o Feyenoord-HOL, que também envolvia a cessão de jogadores, o jogador seguiu para o time holandês, sem nunca ter integrado o elenco principal do clube alviverde.

A outra passagem pelo CT Lanna Drumond ocorreu em 2019, em que permaneceu por apenas três meses, disputando uma partida no período.

O América, por sinal, foi o último time que Michel defendeu antes de anunciar a aposentadoria, aos 36 anos.