Os 2 a 0 sobre o Náutico, na última sexta-feira (9), no Independência, consolidaram o América no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro e deram ao técnico Lisca a paz necessária para usar a semana inteira de treinamentos antes de o time iniciar uma maratona decisiva de jogos, não só pela Segunda Divisão nacional, mas também pelas oitavas de final da Copa do Brasil, onde terá o Corinthians como adversário.

América Náutico Série B 2020A vitória por 2 a 0 sobre o Náutico, na última sexta-feira, no Independência, dá ao América tranquilidade para encarar a semana cheia de treinos que terá o time do técnico Lisca

A saída do Coelho do grupo dos quatro primeiros colocados da Série B, que garantem vaga na Primeira Divisão do ano que vem, aconteceu principalmente por causa da sequência de jogos pelas duas competições, com a Ponte Preta sendo adversária na quarta fase da Copa do Brasil.

Por causa do jogo de volta contra a Macaca, Lisca escalou uma equipe praticamente reserva diante do Figueirense, que integrava a zona de rebaixamento, em 19 de setembro, no Independência, e o América perdeu por 1 a 0, iniciado uma sequência de quatro jogos sem vitória e sem balançar a rede na Série B, o que provocou sua queda para a sétima colocação.

A partir da próxima sexta-feira (16), quando encara o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, o Coelho terá nova maratona, e ainda mais decisiva pela frente. Serão seis partidas em 19 dias, com viagens e obrigação de bons resultados para seguir forte nos dois torneios.

Na Série B, além do Botafogo-SP, que luta contra o rebaixamento, o América receberá, no Independência, mais duas equipes da parte de baixo da tabela. Dia 20 de outubro encara o Brasil-RS, que atualmente é 13º colocado, e quatro dias depois o Confiança, que é 11º.

Dia 28 de outubro, na Neo Química Arena, em São Paulo, começa a disputa das oitavas da Copa do Brasil contra o Corinthians, quando estará em jogo a cota de R$ 3,3 milhões que os participantes das quartas de final receberão. A volta será em 4 de novembro, no Independência.

Antes, em 31 de outubro, o Coelho encerra o turno da Série B encarando o Avaí, que é 7º colocado na competição, na Ressacada, em Florianópolis.

Bom desempenho pelo menos diante dos times da parte de baixo da classificação da Segundona é suficiente para o América terminar a primeira metade da competição no G-4.

Passar pelo Corinthians, além de prestígio, pois o clube nunca chegou às quartas de final da Copa do Brasil, os R$ 3,3 milhões significarão um grande alívio nas finanças americanas.