O América levou a melhor no primeiro clássico contra o Cruzeiro no Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando no Mineirão, o Coelho venceu a Raposa por 2 a 1, na noite deste sábado (29), em duelo que valeu pela 6ª rodada do torneio.

A equipe alviverde chegou à vitoria com gols no primeiro tempo. O primeiro de Eduardo Bauermann, aos 25 minutos, e o segundo de Matheusinho, aos 31 minutos. Ambos contaram com a assistência do atacante Rodolfo para balançarem as redes de Fábio.

Já a equipe celeste marcou com Arthur Caíke, aos 30 minutos da segunda etapa, por meio de uma bela cobrança de falta.

Com o controle do jogo durante os 90 minutos, a equipe comandada pelo técnico Lisca não foi ameaçada nem quando sofreu o gol e administrou a vantagem até o apito final.

Já a Raposa voltou a apresentar pouca criatividade no setor ofensivo, pouco produziu e chegou ao quarto jogo consecutivo sem vitórias.

Com o resultado, o América chegou aos 11 pontos e agora ocupa a terceira colocação na tabela de classificação.

A Raposa, por sua vez, caiu para a 14ª colocação, com quatro pontos.

Na próxima rodada, o Coelho vai enfrentar o CSA, na próxima quarta-feira (2), às 16h30, no Independência, pela 7ª rodada da Série B.

No mesmo dia, o Cruzeiro visita o Brasil-RS, às 21h30, no estádio Bento Freitas, em Pelotas. 

A FICHA DO JOGO

CRUZEIRO 1 X 2 AMÉRICA

DATA: 29 de agosto de 2020
ESTÁDIO: Mineirão
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: 6º rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Paulo César Zanovelli, auxiliado por Fredercio Soares Vilarinho e Leonardo Henrique Pereira, todos de Minas Gerais

GOLS: Arhur Caíke, aos 30 minutos dos segundo tempo (Cruzeiro); Eduardo Bauermanm, aos 25 minutos do primeiro tempo e Matheusinho, aos 31 minutos do primeiro tempo (América)

CARTÕES AMARELOS: Jadsom (Cruzeiro); Matheusinho e Daniel Borges (América)

 

CRUZEIRO
Fábio; Cáceres, Léo, Cacá e Giovanni (Matheus Pereira); Henrique (Machado) e Ariel Cabral (Jadsom); Arthur Caíke, Régis (Maurício) e Airton; Marcelo Moreno (Thiago). Técnico: Enderson Moreira

AMÉRICA
Matheus; Daniel Borges, Messias, Eduardo e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Alê (Flávio); Marcelo Toscano (Vitão), Rodolfo (Léo Passos) e Matheusinho (Calyson). Técnico: Lisca