Segue o calvário do América no Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando no Independência, o Coelho empatou em 0 a 0 com o Oeste, na noite desta terça-feira (23), resultado que o tirou da lanterna da competição, mas não o suficiente para sair da zona de rebaixamento.

No segundo jogo do técnico Felipe Conceição – o primeiro em casa – o time alviverde mostrou muita vontade, disposição, mas esbarrou na falta de criatividade dos jogadores de frente. Do outro lado, o time paulista apresentou uma defesa muito bem armada, oferecendo poucos espaços para o adversário.

Apesar do duelo de estratégias durante todo o confronto, a realidade é que as duas equipes ofereceram um espetáculo muito ruim para pouco mais de mil torcedores que compareceram ao estádio.

Os goleiros Jori e Glauco foram pouco exigidos na partida, não precisando fazer sequer uma intervenção importante que evitasse abrir o placar do duelo. No apito final, as reações dos jogadores demonstraram claramente como o resultado foi recebido pelas duas equipes.

Enquanto os comandados de Felipe Conceição deixaram o gramado cabisbaixos, vaiados pela torcida, o Oeste comemorou o ponto conquistado fora de casa. Com o resultado, o América chegou aos sete pontos, deixando a lanterna e assumindo a 19ª colocação. Já o time rubro-negro pulou para a 14ª posição, com 13 pontos.

O Coelho volta a campo na próxima sexta-feira (26), para enfrentar o Atlético-GO, novamente no Independência, às 19h15, pela 12ª rodada da competição. No dia seguinte, o Oeste recebe o Londrina, na Arena Barueri, às 16h30.

FICHA DO JOGO

AMÉRICA 0 X 0 OESTE
Motivo: 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B
Local: Estádio Independência
Arbitragem: Vinicius Gomes do Amaral, auxiliado por Michael Stanislau e André da Silva Bitencourt. O trio é do Rio Grande do Sul
Cartão amarelo: Bonilla e Cicinho (Oeste)
Público: 1.085
Renda: R$ 5.130,00

AMÉRICA
Jori; Leandro Silva, Paulão, Ricardo Silva e João Paulo (Sávio); Zé Ricardo, Juninho e Willian Maranhão (Neto Berola); Matheusinho, Felipe Azevedo e Jonatas Belusso (França). Técnico: Felipe Conceição

OESTE
Glauco; Cicinho, Cléber Reis, Caetano e Conrado; Bonilha e Thiaguinho; Elvis (Matheus Oliveira), Bruno Lopes e Mazinho (Fábio); Bruno Paraíba (Roberto). Técnico: Renan Freitas