Eliminado do Campeonato Mineiro e da Copa do Brasil, o América tem, até dezembro deste ano, apenas um compromisso: o Campeonato Brasileiro da Série B. A luta para voltar à Série A em 2020 começa no dia 26 de abril, no duelo contra o Operário (PR), em Ponta Grossa. Mas até lá, não é só de treinos que o técnico Givanildo Oliveira tem se preocupado. O treinador está em busca de reforços para o plantel.

Após a eliminação para o Cruzeiro no Estadual, na qual o Coelho não ofereceu qualquer tipo de resistência nos dois jogos eliminatórios, Givanildo admitiu que o time tem cometido erros em excesso, principalmente na defesa, e que a busca por mais peças para o elenco é essencial.

"Essa conversa já existe. Ela aconteceu algumas vezes com o presidente Salum e sua direção, e já ficaram encaminhadas algumas situações de contratações, porque precisa, sim", admitiu o treinador, sem citar nomes ou posições que precisariam ser reforçadas.

Temos um plantes reduzido e com muitos jogadores da base. Essa é a situação hoje. Vamos voltar na terça-feira e, daí, vamos começar a conversar para ver como fazemos para a Série B.

Para Giva, o problema é que o Coelho tem jogadores muito jovens, muitos oriundos da base, e tem faltado experiência e rodagem para momentos mais decisivos.

Os treinos visando o Brasileirão da Série B começam nesta terça-feira (8). Desde sábado (6), o elenco está de folga. Não há previsão de jogos treinos ou amistosos no período.

Leia Mais:
América amarga oitavo fracasso em 11 mata-matas contra rivais no Estadual desde 2004
Disputa entre América e Cruzeiro por promessa da base é pauta de reunião entre clubes