Apesar da eliminação do América na semifinal do Campeonato Brasileiro Sub 20, na tarde de quinta-feira, em Porto Alegre, o integrante do Conselho de Administração do clube, Magnus Lívio, presidente responsável pelas categorias de base, elogiou a campanha da equipe, que terminou entre as quatro maiores do país.

"Tivemos um jogo atípico em função da arbitragem. Mesmo com os erros da arbitragem, se tivéssemos dado um pouco mais, poderíamos ter chegado. Tivemos aquele lance com jogo empatado em 1 a 1 e que tivemos aquela bola do Renatinho no travessão", explicou Lívio.

Segundo ele, a arbitragem foi decisiva na eliminação do América. "Não gosto de falar de arbitragem. Mas o jogo só não foi normal pela atuação da arbitragem. No mais, fomos melhores no primeiro tempo e, eles, no segundo, em alguns momentos foram melhor", disse.

Conforme o diretor americano, árbitro Jean Pierre Lima deixou de marcar duas penalidades claras, uma em cada tempo, o que favoreceu ao Internacional, que saiu com a vitória por 3 a 1.