Após cumprir suspensão por mais de um ano - pego no antidoping após duelo com o Boa, em 11 de outubro de 2013 pela Série B - e disputar o Módulo 2 do Campeonato Mineiro deste ano por empréstimo ao Nacional de Muriaé, o goleiro Glaycon retornou ao América e já treina com os companheiros de equipe.

No Nacional, Glaycon disputou 12 partidas como titular e agora espera uma oportunidade no time de Givanildo Oliveira, que conta com João Ricardo, atualmente dono da meta alviverde, e Fernando Leal.

“Eu joguei 12 jogos no Nacional. Estou pronto, se precisar. O América tem excelentes goleiros: tem o João Ricardo, o Fernando Leal e o próprio Glauco que subiu da base e vem se destacando. Se precisar, vou entrar para ajudar a equipe e fazer uma boa partida sempre que precisar. Vou sempre dar tudo para ajudar o time a brigar pela Série A”, destaca.

Após a suspensão, o arqueiro juntamente com o treinador e a diretoria entenderam que seria melhor ele ser emprestado para adquirir ritmo de jogo, já que ficou um bom tempo apenas treinando.

“A gente teve uma conversa com o professor Givanildo e a Diretoria. Eu acabei pedindo para ir, porque precisava jogar, foi muito tempo parado. Para um goleiro, um ano parado é muita coisa. Mesmo treinando diariamente, a gente precisa de ritmo de jogo. Me deixaram ir e, Graças a Deus, foi muito bom, muito proveitoso. Esse ano que passou foi uma luta. A gente contava os dias, as horas, minutos e até segundos para virar o ano. Mas já acabou. É vida nova e estou de volta para ajudar o América a voltar à Série A”, afirma.

Após terminar o Campeonato Mineiro em quinto, o foco do América está nas competições nacionais e a "intertemporada" segue com treinamentos no CT Lanna Drumond. O próximo compromisso do Coelho é em 22 de abril, pela Copa do Brasil. O América espera a definição do adversário, que sairá em 15 de abril do duelo entre Ceará e Confiança-SE. O jogo de ida terminou com empate sem gols.