A partida entre Villa Nova e América pode não acontecer neste sábado (25). Isso porque o presidente do Leão do Bonfim, Márcio Botelho, não aceita a mudança do local do jogo, antes marcado para o estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima, mas transferido para o Independência, neste sábado, às 20h.

O motivo da alteração é uma determinação da Defesa Civil de Nova Lima, que destacou que o munício não poderia receber o confronto por conta das fortes chuvas que vêm castigando toda a região metropolitana de Belo Horizonte. 

 “Inadmissível. Não aceito inversão do mando de campo. O Villa não jogará no Independência, amanhã, às 20h. Isso é fato, de forma alguma. Esse jogo do Villa (contra o América) estava marcado para domingo, às 16h, no Castor Cifuentes, a Federação trouxe para sábado. O Villa não jogará no Independência, no campo do América, amanhã. Já falei isso com a Federação”, destacou Márcio Botelho.

Por meio de um ofício, destinado à diretoria do Leão do Bonfim, a Defesa Civil de Nova Lima afirmou que os problemas decorrentes da chuva põem em risco a segurança de torcedores e demais envolvidos no duelo.

ofício

Em ofício destinado à Federação Mineira de Futebol (FMF), o Villa Nova sugeriu que a partida fosse realizada neste sábado, às 20h,  no Castor Cifuentes, ou no dia 23 de fevereiro, domingo de Carnaval, também em Nova Lima, às 16h. 

Por meio de sua assessoria, o América informou que segue a determinação oficial da Federação Mineira de Futebol, responsável pelo Estadual. "A determinação, até então, é de jogo às 20h, na Arena Independência".