É normal que o torcedor sempre aposte em uma vitória do seu time, ainda mais em se tratando de uma final de Campeonato Mineiro. Porém, na partida deste domingo (8), os torcedores do América que já ocupam as arquibancadas do Mineirão não demonstram a costumeira confiança de que o time irá vencer o Atlético. Isso, por que um empate já é suficiente para que o Coelho conquiste o título estadual. Como venceu o primeiro jogo, disputado no Independência, por 2 a 1, os americanos acreditam que o time vai jogar com o regulamento embaixo do braço e com isso não vai em busca da vitória. 

“É claro que uma vitória é bem-vinda. Mas não faço nem questão de vencer esse jogo, um empate, por 0 a 0 ou 1 a 1, é o que precisamos. O mais importante é que o América saia de campo com o título”, avalia o funcionário público Mauro Fiuza.

Sofrimento

Independentemente do resultado, o certo é que o americano já está se preparando para muito sofrimento. “Hoje é dia de ver se o coração ainda aguenta. Estava aqui em 2001, quando conquistamos nosso último título e espero repetir novamente o título, mesmo que seja sofrido como daquela vez”, conta o empresário Luis Schettino. 

Ele lembra que naquele jogo chegou a ir embora quando o Atlético marcou o terceiro gol, que tirava o título do América, e do estacionamento do antigo Mineirão escutou a torcida americana comemorando o gol de Alessandro e voltou correndo para ver o restante do jogo. 

“Eu sai assim que o Atlético fez 3 a 0. Lá fora escutei a torcida do América vibrando e voltei correndo. Tentaram me impedir de entrar, ai eu passei do portão e subi correndo com eles me perseguindo”, relembra o torcedor.