América

Não será uma estreia qualquer de Campeonato Brasileiro. Ao pisar no gramado da Arena da Baixada, neste domingo (30), às 18h15, contra o Athletico-PR, Anderson chegará à sua 50ª partida pelo América. Especial, não é mesmo? Mas há um significado ainda maior neste duelo que, antes mesmo de começar, já é tão marcante ao zagueiro alviverde.

"Significa tudo que consegui na minha vida. Desde minha infância e a saída de casa, de ter que deixar meus pais, para buscar um sonho e dar um futuro melhor a eles. E nunca esquecer minhas origens. Sempre que entrar em campo, vou lembrar de tudo que passei com meu pai e minha mãe”, declarou o defensor do Coelho.

E o que não faltam são agradecimentos por parte do xerifão, que promete empenho máximo na disputa da competição com o traje americano. "Felicidade e gratidão a Deus e à minha família, ao América, ao grupo, à comissão técnica, de poder jogar uma Série A. Gratidão e felicidade imensa. (...) Que possamos almejar coisas grandes. Nosso grupo é capacitado para isso”, comentou.

Para o zagueiro, o América precisa colocar em campo aquilo que vinha sendo feito na temporada, sobretudo na reta final do Mineiro, em termos de nível de atuações. “Por ser uma estreia, é ter cabeça fria e fazer o que estamos fazendo nos jogos. Colocar em prática nosso trabalho”, disse.