O Cruzeiro deu um grande presente a um de seus maiores ídolos, que comemora 40 anos nesta quarta-feira (30).

Recordista de jogos pela Raposa, com 898 partidas em duas passagens, o goleiro Fábio se declarou ao time estrelado após a vitória por 3 a 0 sobre a Ponte Preta, que tirou a equipe celeste da zona de rebaixamento da Série B.

"Quero agradecer a Deus imensamente por me conceder 40 anos jogando no Cruzeiro, uma camisa tradicional, histórica. Eu nem imaginava nos meus melhores sonhos estar com 40 anos vestindo a camisa de uma grande equipe, fazendo história jogo após jogo. Agradecer também à minha família, que sempre ajudou, que sabe das adversidades que a gente vivenciou todo esse tempo", afirmou o goleiro, em entrevista ao canal Sportv. 

União

Depois do triunfo que pode dar novo fôlego ao time comandado pelo técnico Ney Franco na Série B, o camisa 1 da Raposa voltou a garantir empenho do grupo e pediu o apoio da torcida estrelada no desafio de reerguer o clube.

"E a Nação Azul (agradecimento), a gente (jogadores) vai sofrer, se dedicar, porque todo mundo sente a mesma dor quando vê o Cruzeiro em uma situação delicada. A gente quer tirar o Cruzeiro o mais rapido possível dessa situação difícil. Mas é com trabalho, todos se ajudando, tendo nesse momento o que a gente mais precisa que á a união dentro e fora de campo. É o pior momento da história, em todos os aspectos do Cruzeiro, mas somos uma nação, e essa hora é de valer os nove milhões de torcedores, como uma nação, ajudando, independentemente das coisas negativas que aconteçam ocorra dentro ou fora de campo, a gente se unir, porque só a gente pode tirar o Cruzeiro dessa situação", completou.

Em duas passagens pelo Cruzeiro - a primeira em 2000 e a segunda a partir de 2005 -, o goleiro conquistou o Campeonato Mineiro em sete oportunidades (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019), a Copa do Brasil três vezes (2000, 2017 e 2018) e o bicampeonato brasileiro (2013 e 2014).