Logo em sua primeira participação em uma etapa da Copa do Mundo de Ginástica, a brasileira Isabel Barbosa fez bonito. Em Melbourne, na Austrália, a atleta de apenas 15 anos, grande promessa da modalidade, conquistou neste domingo duas medalhas, ambas de prata, no solo e na trave.

Este foi o primeiro compromisso internacional da ginástica brasileira e Isabel mostrou por que é uma das apostas do País para a Olimpíada de Tóquio, em 2020. Depois de conseguir a segunda colocação na fase de classificação do solo, a atleta manteve esta posição na final com 12,600 pontos.

Já na trave, Isabel precisou se superar. Ela havia sido apenas a sexta colocada na fase de classificação, mas melhorou seu desempenho, alcançou 12,666 pontos e garantiu a segunda medalha de prata.

"O resultado da Isabel foi excelente. Ela passou para a categoria adulta esse ano e competiu com qualidade e regularidade. Essa é a primeira etapa de Copa do Mundo que os três atletas disputam e todos fizeram um bom trabalho", considerou o técnico e chefe da delegação Leonardo Finco.

Os outros dois ginastas citados por Leonardo são Luis Porto e Gustavo Polato. Gustavo caiu na fase de classificação da barra fixa, na nona colocação. Já Luis chegou à final do salto e ficou com a quinta posição neste domingo, ao conseguir 14,016 pontos.