Com apenas 17 anos, o meia Mateus Pet é considerado uma das grandes promessas do Vasco nos últimos tempos. Prova disso é o prestígio que o jogador já tem com o técnico Jorginho, que inclusive tem o escalado como titular nas atividades deste início de temporada. A nova condição, como era de se esperar, deixa o garoto bastante feliz, mas não surpreso.

"Não me surpreendi com a titularidade. Sei que o Jorginho pode me usar a qualquer momento. Venho me preparando para estar bem quando a chance aparecer. Não costumo deixar essas coisas subirem na minha cabeça. Não é porque comecei como titular que começarei jogando o campeonato. Me sinto confiante porque o Jorginho, o Zinho e o Joelton me passam tranquilidade, assim como o restante do grupo. Estou tranquilo para entrar nos jogos e ajudar a equipe, que é o mais importante", declarou neste sábado.

No Vasco desde 2003, Mateus tem passagens pelas seleções brasileiras sub-15 e sub-17. Fã de Philippe Coutinho, o meia sonha em repetir os passos do ex-vascaíno no futuro. Por enquanto, no entanto, quer aproveitar esta confiança da comissão técnica para se estabelecer no elenco principal e, quem sabe, como titular na atual temporada.

"É importante essa confiança, essa aposta do clube na base, mas sabemos que precisamos corresponder. Se não fizermos isso, o clube vai precisar contratar. O Jorginho e o Zinho são como pais para nós que subimos. Eles falam o que está certo e o que está errado. Isso nos ajuda a crescer. Sobre a minha geração, posso dizer somos muito focados. Nosso retrospecto é muito bom porque cultivamos uma grande amizade, ninguém quer ultrapassar o outro", garantiu.