Apesar de não ter havido jogo do Atlético nesta segunda-feira (14), o torcedor acordou com uma sensação diferente nesta terça (15), em forma de desgaste emocional. O motivo? A notícia da contratação do meia Thiago Neves, ex-Cruzeiro, que acabou se tornando novela de capítulo único, com desfecho surpreendente: a não vinda do ex-cruzeirense após enorme rejeição da Massa.

Enquanto muitos comemoram, outros seguem sem entender como a diretoria aceitou este pedido tão indigesto de Sampaoli; principalmente pelo histórico de atitudes desrespeitosas do jogador para com a instituição.

Pessoas também ainda se perguntam é se há o risco do meia de 35 anos cobrar algum tipo de indenização pelo distrato. Conforme apurou o Hoje em Dia, não há a mínima chance disso acontecer e o Atlético está 100% seguro para seguir a vida.

Corroborando com esta afirmação, dada por uma fonte ligada ao alvinegro, o Globoesporte.com conseguiu detalhe importante, publicado nesta manhã. Segundo informa o jornalista Guilherme Frossard, havia um pré-contrato 'amarrado' entre as partes, mas que ainda haviam ajustes pendentes, por isso, sem assinatura atleticana.

O meia tinha passagem comprada para a manhã desta terça. Porém, não será desta vez, e parece que nunca será, que defenderá as cores preta e branca em BH.