"Nunca deixe uma criança triste". Esta foi a máxima que o Mineirão adotou para tentar minimizar a angústia de um pequeno torcedor. O atleticano Guilherme, que viralizou nas redes ao chorar por não poder ir ao Gigante da Pampulha assistir de perto o alvinegro, ganhou um presente e tanto nesta quinta-feira (21).

Convidado pela administração do estádio, por meio da equipe de comunicação, o baixinho de 3 anos e 7 meses e os pais, Everton e Aline, tiveram uma manhã incrível no "Salão de Festas" dos atleticanos. Devidamente protegidos - eles utilizando máscaras, devido à pandemia do novo coronavírus -, e foram recepcionados com um sofá, colocado dentro do gramado. 

"Esta surpresa foi muito bacana. Guilherme e nós (pais) ficamos muito felizes. Foi maravilhoso e sem explicação", fala Everton, emocionado, ao Hoje em Dia.
Esta grande surpresa será contada, na íntegra, pelo Mineirão, nas próximas horas. Fique ligado nas redes sociais do principal palco do futebol mineiro. A ver!

A brincadeira

No domingo passado (17), Aline resolveu registrar a frustração do filho por não poder ir ao Mineirão assistir Atlético x Olímpia, na decisão da Libertadores de 2013, reprisada pela Globo Minas.

Sem saber que o jogo já havia acontecido, o menino chorou ao ser informado que o estádio estava fechado e que teria que acompanhar o confronto do sofá de casa.