Está vivo o sonho do Atlético conquistar o título da Copa Sul-Americana pela primeira vez. Após vencer o La Equidad, da Colômbia por 3 a 1, na noite dessa terça-feira (27), no estádio El Campín, em Bogotá, o Galo garantiu a inédita vaga na semifinal do torneio.

Entretanto, a sequência da caminhada do Alvinegro na competição será em uma nova casa. Na próxima fase, a equipe comandada pelo técnico Rodrigo Santana terá que jogar o segundo jogo do confronto com o Colón, da Argentina, no Mineirão.

Isso porque o artigo 71 do regulamento da Copa Sul-Americana prevê que o estádio que sedie uma partida da semifinal tenha a capacidade mínima para 30 mil torcedores.

Como o Independência atualmente comporta pouco mais de 23 mil espectadores, o Atlético mandará os jogos no Gigante da Pampulha, que está apto a receber um público de 62 mil.

Os jogos de ida da semifinal do torneio serão realizados nos dias 18 e 19 de setembro. Já as partidas de volta estão marcadas para os dias 25 e 26 do mesmo mês.

A data oficial e os horários dos confrontos ainda serão definidos pela Conmebol.

Retrospecto

Palco das conquistas da Copa Libertadores, da Recopa Sul-Americana e da Copa do Brasil, o Mineirão teve o Atlético como mandante em sete jogos, em 2019. Nos duelos em Alvinegro venceu quatro e foi derrotado em outras três oportunidades. 

Leia mais

Galo volta a vencer o La Equidad, faz história e se classifica para a semifinal da Sul-Americana

Santana destaca gol no ínicio, poder de decisão do time e cita controle sobre o La Equidad

Igor Rabello suporta bem 'série de peso' e se diz pronto para 'todos os jogos'