O atacante Yeferson Soteldo, que joga atualmente no Santos, é uma das armas da Venezuela, comandada pelo técnico Rafael Dudamel, para tentar surpreender o Brasil nesta terça-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela segunda rodada do Grupo A da Copa América. Segundo ele, a seleção "Vinotinto" tem jogadores com qualidade para vencer os brasileiros em sua casa.

"Estamos motivados para disputar a competição. O Brasil é uma seleção muito difícil, mas assim como eles têm jogadores que podem nos provocar danos, nós temos atletas para ganhar deles. O objetivo é o mesmo de sempre: ganhar o jogo, assim como é o do Brasil", afirmou o atleta, em entrevista coletiva após o primeiro treino da Venezuela em Salvador.

Ganhar do Brasil seria um feito histórico, já que em 24 jogos entre as seleções, a Venezuela tem apenas uma vitória: 2 a 0 em amistoso em 2008, nos Estados Unidos. No que diz respeito a confrontos em edições da Copa América, o melhor resultado foi o empate sem gols em 2011, na Argentina.

Com alguns meses jogando no futebol brasileiro, Soteldo já tem se arriscado falar em português. Segundo o atacante, o aprendizado vem da convivência com os companheiros de Santos.

"É muito pouco tempo aqui no Brasil, converso muito com os companheiros do Santos, um pouquinho em português e um pouquinho em espanhol, porque eles também gostam de aprender. É bom ter essas experiências. O português está melhorando pouco a pouco. Espero que façamos um bom jogo, que as pessoas possam desfrutar o que será Brasil e Venezuela, porque espero que seja um jogo espetacular", disse.

A Venezuela estreou na Copa América com um empate sem gols contra o Peru, no último sábado, na Arena Grêmio, em Porto Alegre. Depois do Brasil, o adversário será a Bolívia, neste sábado, às 16 horas (de Brasília), no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.