Uma das novidades no time do América no duelo com o Palmeiras, no último domingo (20), pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, foi o lateral-direito Eduardo.

Depois de dois meses no Coelho, o jogador ganhou a primeira chance de iniciar uma partida, vencendo a concorrência com Diego Ferreira.

Entretanto, apesar da boa atuação no primeiro tempo, em que abriu o placar, o Alviverde tomou a virada no último lance do jogo e sofreu a quarta derrota na competição.

Aos 34 anos e com a disputa de várias edições do Brasileirão no currículo, Eduardo indicou o caminho para o América conseguir a reação.

“Já se passaram cinco rodadas, temos que ficar tranquilos, acreditar no nosso trabalho. Nem tudo está errado, precisamos confiar um pouco mais no nosso trabalho. Acho que a cereja do bolo é a confiança. Se confiarmos mais, com certeza vamos conseguir os resultados”, disse o jogador, em entrevista coletiva, nesta segunda-feira.

Sem desespero

Apesar do jejum de nove jogos sem vitória e da penúltima colocação na tabela, com apenas um ponto, o lateral-direito prega tranquilidade, destacando a proximidade entre os times na classificação.

“Não tem desespero, são cinco jogos. O campeonato está muito embolado, muito difícil, equilibrado. Então, não podemos nos desesperar, temos que ter calma. Com certeza, após a primeira vitória as coisas vão voltar ao normal, se encaixar, e vamos dar uma alavancada na competição”.

Em busca do primeiro triunfo no campeonato, o América volta a campo nesta quinta, para enfrentar o Juventude, às 16h, no Independência.

Caso some os três pontos sobre o time gaúcho, o Coelho pode subir até quatro posições e deixar a zona de rebaixamento.

O confronto vai marcar a estreia do técnico Vagner Mancini no comando do Alviverde.