Segue má fase do Atlético no Campeonato Brasileiro. Jogando no Maracanã, o Galo perdeu por 3 a 1 para o Flamengo, nesta quinta-feira (10), e acumulou mais um revés no torneio.

Após a partida, o técnico Rodrigo Santana admitiu as dificuldades encontradas pelo Alvinegro, e voltou a lamentar a ausência de titulares, e outras peças que ficaram de fora do confronto com o Rubro-Negro.

“No primeiro tempo, a gente tentou fazer um jogo mais conservador, segurando o Flamengo no início, mas baixamos muito, dando muita liberdade ao Gérson e ao Willian Arão. Foi onde não conseguimos sair (jogando), devido a liberdade dos volantes. No intervalo, chegamos a corrigir, fizemos o gol e crescemos na partida. Infelizmente, quando se erra contra o Flamengo, é fatal. Viemos de uma sequência pesada, com sete desfalques. Mudar o time a cada jogo é difícil”, afirmou o treinador.

Com apenas quatro pontos nos últimos 10 jogos, o Galo acumula oito derrotas neste período. Questionado sobre a queda de rendimento da equipe, Santana citou os confrontos que o time teve pela Sul-Americana, para justificar os resultados ruins.

“Quando tínhamos o elenco todo à disposição, especialmente no primeiro turno, tivemos apenas três derrotas fora de casa, e apenas uma derrota para o Palmeiras, em casa. A partir daí, entramos em jogo de mata-mata (pela Sul-Americana). Tivemos seis derrotas seguidas no segundo turno, mas entre esses jogos, tivemos quatro de mata-mata, em que vencemos três. Em quatro dessas derrotas nós usamos um time alternativo. Depois, perdemos peças importantes, mata-mata exige sacrifício”.

Reação

Entretanto, apesar do péssimo momento no torneio, o comandante alvinegro mostrou otimismo em relação ao futuro da equipe no Brasileirão.

“Não existe a menor possibilidade de pensar que o Atlético não vai reagir. Tem muito campeonato para rolar, tenho certeza que o elenco vai reagir. Temos que focar no próximo jogo, em somar o máximo de pontos, especialmente dentro de casa”.

Em busca da reabilitação na competição, o Alvinegro volta a campo no domingo (12), às 19h, para enfrentar o Grêmio, no Independência, pela 25ª rodada do campeonato. 

Leia mais

Atlético volta a jogar mal, sucumbe ao Flamengo no Maracanã e volta a perder no Brasileiro

Com apenas quatro pontos, Atlético é o segundo pior time nas últimas dez rodadas do Brasileiro