Depois de um empate sem gols com o Ceará em casa, em jogo classificado pelo técnico Adilson Batista como o pior no qual ele já trabalhou, o América volta a campo às 11 horas deste domingo com uma novidade. A partida contra o Botafogo, no Engenhão, deve marcar o retorno do meia-atacante Matheusinho ao time titular após 330 dias.

Adilson acredita que esta mudança pode dar mais qualidade técnica para o time americano, que hoje ocupa posição intermediária, com 30 pontos, com quatro a mais em relação ao Botafogo. Ele quer usar a vitalidade e técnica da jovem promessa de 20 anos, que se machucou ano passado, ainda na Série B.

Desde então, Matheusinho fez apenas seis partidas, todas entrando no segundo tempo. Durante as atividades desta semana, foi testado entre os titulares no lugar do experiente atacante Rafael Moura e deve começar jogando. "Venho de uma lesão muito séria e pode ser meu primeiro jogo como titular. Tenho que entrar com a cabeça tranquila", reconheceu o meia-atacante.

O time vai ter outras mudanças. Uma delas é a entrada do volante Juninho, que fica com a vaga de Giovanni, fora de combate por lesão. Enquanto isso, o goleiro João Ricardo está recuperado de um desconforto muscular e volta no lugar de Fernando Leal. Na defesa, após cumprir suspensão automática, Matheus Ferraz entra na vaga de Paulão. O meia Gerson Magrão continua entregue ao departamento médico e segue como desfalque.