O momento turbulento do Cruzeiro dentro de campo desencadeou uma enxurrada de histórias, dentre essas de que o clube vivia uma crise, que jogadores estavam brigados com o técnico Mano Menezes e que o treinador havia emprestado dinheiro à diretoria celeste. E por todos esse "zum-zum-zum" nos bastidores e nas redes sociais, o vice-presidente de futebol Itair Machado concedeu entrevista na tarde desta terça-feira (21) e garantiu: "Neste momento não há crise no Cruzeiro".

Ao lado do capitão do time, o volante Henrique, o dirigente admitiu que o Cruzeiro não vive um bom momento no Campeonato Brasileiro. E fez questão de frisar que não há problema de relacionamento no elenco.

"A gente entende que o time está mal no Campeonato Brasileiro. Muitos rumores envolvendo nossa torcida, deixando os torcedores intranquilos em relação a algumas mentiras, algumas coisas infundadas que foram divulgadas. A gente fez questão de trazer o capitão (volante Henrique) para dizer que o Cruzeiro, infelizmente para alguns, está em dia e não deve nada d ano passado. Está em dia com salário, não temos grupo rachado, nosso grupo está unido", garantiu.

A entrevista de Itair Machado e Henrique durou aproximadamente meia hora. O que demorou mesmo foi a chegada da dupla à sala de imprensa. Os jornalistas tiveram acesso ao centro de treinamento por volta das 14h40, mas a entrevista coletiva do dirigente só começou às 16h30.

É que a reunião entre a cúpula do departamento de futebol celeste, comissão técnica e jogadores foi realizada antes da coletiva com os jornalistas. A conversa demorou para terminar e atrasou o início do treino, previsto para 15h30.

Segundo o próprio Itair Machado, a conversa não foi em tom duro, mas sim um alerta.

"A palavra que usei na reunião nem foi cobrança, foi alerta. Mostrei para os jogadores que o alerta nosso é que eles têm para oferecer mais, como jogaram há 15 dias. Os jogadores sabem que nesses momentos há essas reuniões, e o bom é que a reunião foi construtiva. Ao contrário do que tentou-se plantar, a gente ainda não teve motivo de ter reunião de cobrança para xingar, reclamar. A reunião foi construtiva e de alerta de que nós podemos mais, e que o Cruzeiro precisa ganhar o Campeonato Brasileiro", explicou Itair Machado.

O "xis da questão" de acordo com o vice de futebol é o Cruzeiro melhorar seu rendimento no Campeonato Brasileiro, e, consequentemente, aumentar o nível do futebol apresentado em campo.

"Para nós do clube, queremos tranquilizar o torcedor que está tudo bem, fora os resultados do Brasileirão longe de casa. Infelizmente fizemos os três jogos fora de casa e não fomos bem. Isso que tem que ser discutido, tem que ficar dentro das quatro linhas para quem tem competência discutir isso. (...)  Infelizmente para muitos nossos somos papa-títulos e vamos brigar pelas três competições. Se vamos conseguir ou não o destino irá dizer, mas trabalhar muito nós vamos, temos duas semanas cheias para trabalhar e recuperar esses pontos no Brasileiro, pois no restante consideramos que estamos bem. E recuperarmos o bom futebol também, porque não viemos aqui para encobir que estamos jogando mal. Nosso time deu sim uma queda de produção e esse é um probmema que o treinador e os jogadores vão resolver nessas duas semanas cheias de trabalho", disse.