O atacante, do Vasco, Everton Costa foi liberado, na noite da última terça-feira (22), do Hospital Quinta D’OR, localizado nas proximidades do Estádio São Januário, onde ficou internado por seis dias devido a uma inflamação no coração.
 
Gustavo Gouvêa, cardiologista que tratou do jogador vascaíno, disse que Everton será monitorado em sua casa até a próxima avaliação, que ocorrerá dentro de um mês. De acordo com o médico, o atacante tem uma previsão inicial de ficar afastado do futebol por cinco meses e foi recomendado a não praticar exercícios intensos durante o período de recuperação.
 
Everton Costa sentiu as primeiras dores ainda durante o primeiro tempo da partida contra o Resende, na quarta-feira passada, pela Copa do Brasil. No intervalo do jogo, o atacante foi medicado e voltou a campo, mas passou mal minutos após ser substituído na segunda etapa e foi, imediatamente, levado ao hospital.