Surto de Covid-19, mal-estar nos bastidores do clube, derrota no “jogo a menos” para o Athletico-PR, fim da invencibilidade no Mineirão neste Brasileiro, nenhum dos três volantes principais disponíveis, perigo de cair para o quarto lugar ao fim da 22ª rodada. Que semana foi essa, Galo! O que fazer para tornar mais leve o clima, no topo do campeonato? Obter uma vitória neste domingo (22), sobre o Ceará, a partir das 16h, no Castelão. Parada dura, mas não há outra opção para o clube, se quiser alterar o quanto antes esse quadro negativo.

Para este embate, há desfalques aos montes. Neste sentido, o setor aparentemente mais fragilizado é o meio de campo, que não terá Jair, Allan e Alan Franco, todos infectados pela Covid-19.

No gol, Everson, outro que testou positivo, dá lugar a Rafael, que não era titular desde o dia 9 de setembro, quando foi expulso no início do jogo contra o Santos. Naquela ocasião, o Galo perdeu por 3 a 1.

Além dos citados, seguem isolados o goleiro Victor, o lateral-direito Guga, os zagueiros Réver e Gabriel e os atacantes Eduardo Vargas e Savinho.

Atlético

Ceará

No Vozão, o meio-campista Lima disse que, independentemente de qual seja a escalação do Atlético, o time cearense vai forte para o duelo.

“A gente sabe que é um grande adversário, mas jogamos em casa, sabemos da nossa força, temos um potencial fantástico. Quem vier, seja candidato ao título ou não, não temos medo de ninguém. Estamos preparados para isso. Vamos dar nosso máximo para sair com a vitória. Estamos bem tranquilos em relação a esse jogo”, disse.

A FICHA DO JOGO

Ceará x Atlético

Motivo: 22ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Castelão, em Fortaleza
Horário: 16h
Data: 22 de novembro de 2020 (domingo)
Arbitragem: Raphael Claus, auxiliado por Danilo Ricardo Manis e Alex Ang Ribeiro, todos paulistas
VAR: Elmo Alves Resende Cunha
Transmissão: Globo e Premiere

Ceará
Fernando Prass; Samuel Xavier, Tiago Pagnussat, Eduardo Brock (L. Otávio) e Bruno Pacheco; Fabinho, Charles e Vina; Fernando Sobral, Léo Chú e Felipe Vizeu
Técnico: Guto Ferreira

Atlético
Rafael, Talison (Bueno), Rabello, Alonso e Arana; Wesley, Hyoran (Nathan) e Zaracho; Savarino, Keno e Sasha
Técnico: Leandro Zago