Após surpreender na rodada de abertura do Brasil Open, Thiago Wild se despediu da competição disputada no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, nesta quarta-feira, (27). O brasileiro de apenas 18 anos foi derrotado pelo argentino Marco Trungelliti por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/5, em 1h35min de confronto.

Wild vinha no embalo de sua primeira vitória em um torneio da ATP, na estreia da competição, ao vencer o sueco Elias Ymer por 2 a 1. Mas o convidado da organização teve dificuldade para repetir a performance diante da maior experiência de Trungelliti, de 29 anos e atual 121º do mundo.

O argentino começou melhor e faturou a primeira quebra de saque no terceiro game: abrindo 2/1. Ele teve ainda mais três chances para obter outra quebra, mas o brasileiro se defendeu bem. Wild também teve oportunidades (três) para devolver a quebra, sem sucesso. Trungelliti acabou fechando o set em 49 minutos.

Na segunda parcial, o roteiro se repetiu, com o argentino obtendo nova quebra e abrindo vantagem. Desta vez, Wild ofereceu maior resistência: devolveu a quebra e até virou o placar para 4/3. No entanto, Trungelliti voltou a se impor no serviço do jovem brasileiro e encaminhou a vitória

Nas quartas de final, ele fará um duelo totalmente argentino contra Guido Pella, terceiro cabeça de chave do torneio brasileiro. Pella avançou nesta quarta ao superar o espanhol Roberto Carballes Baena por 6/2 e 6/4.

Mais cedo, outros brasileiros se destacaram no saibro do Ibirapuera. Maiores surpresas da chave de duplas do Rio Open, na semana passada, Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva voltaram a fazer bonito nesta quarta. De virada, derrotaram o salvadorenho Marcelo Arévalo e o norte-americano Jamie Cerretani por 2 a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 10/6.

Com o triunfo, os convidados da organização se garantiram na semifinal da chave de duplas. Seus próximos adversários serão os britânicos Luke Bambridge e Jonny O'Mara, que formam a parceria cabeça de chave número quatro.

Outros resultados

Campeão do Rio Open, o sérvio Laslo Djere estreou com vitória em São Paulo. Após faturar seu primeiro título de nível ATP, o atual número 37 do mundo bateu o italiano Alessandro Giannessi por 2 a 1, com parciais de 7/6 (7/5), 4/6 e 6/4.

Com a vitória sobre o rival, que saiu do qualifying, Djere terá pela frente agora o tunisiano Malek Jaziri, cabeça de chave número dois do torneio. Será a estreia de Jaziri, que foi "bye" na rodada de abertura.

Em outro bom duelo desta quarta, o jovem canadense Felix Auger-Aliassime voltou a vencer o uruguaio Pablo Cuevas, como acontecera no Rio Open. Vice-campeão na semana passada, o tenista de 18 anos passou pelo rival com uma virada, com parciais de 5/7, 6/3 e 6/3. O próximo rival do canadense será o espanhol Albert Ramos-Viñolas, em um duelo inédito no circuito.

Também avançaram nesta quarta o chileno Christian Garin e o argentino Leonardo Mayer. O primeiro superou o espanhol Jaume Munar, pupilo do compatriota Rafael Nadal, por 7/6 (7/5), 6/7 (4/7) e 7/6 (7/2). E Mayer desbancou o italiano Lorenzo Sonego por 6/1, 3/6 e 6/3.

Leia mais:
Thiago Wild vence e é o único brasileiro vivo no Brasil Open; Thiago Monteiro cai