Após três dias de greve, os jogadores do Cruzeiro vão retornar aos treinamentos neste domingo (17). A informação veio dos próprios atletas, que postaram um comunicado nas redes sociais, no início da noite deste sábado (veja abaixo).

Na última quarta, um dia após empatar em 0 a 0 com o Botafogo, no Independência, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o elenco do time celeste, com o aval da comissão técnica, anunciou a paralisação das atividades, em protesto aos recorrentes atrasos salariais.

No dia seguinte, estava marcada a reapresentação dos jogadores na Toca da Raposa II, mas o plantel estrelado cumpriu o que havia prometido e não foi a campo, o que se repetiu até este sábado. 

De acordo com o comunicado divulgado pelos jogadores no dia do anúncio da interrupção, o débito da diretoria em relação ao pagamento dos vencimentos dos jogadores chegou a completar seis meses na atual temporada. 

Presidente

Um dia após o início da greve, o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, desembarcou no Brasil, após ter passado um período em Portugal, onde ministrou uma palestra sobre gestão de futebol.

No momento da chegada no Aeroporto Internacional de Confins, o mandatário preferiu não se manifestar sobre a situação, prometendo um posicionamento no dia seguinte.

Na sexta, participou de duas reuniões para tentar sanar o imbróglio. Primeiro com empresários e possíveis investidores, com o intuito de levantar recursos para quitar parte das pendências.

Sem sucesso, se dirigiu à Toca da Raposa II para se encontrar com os jogadores, mas a reunião acabou sem definições, e a greve não foi encerrada naquele momento.

Mais tarde, ainda na sexta, Santos Rodrigues fez um pronunciamento nas redes sociais da Raposa, afirmando que terá uma nova reunião com os patrocinadores para tentar resolver a situação.

A exemplo dos jogadores, funcionários de outros departamentos do clube estrelado também aderiram ao protesto.

Leia mais
Presidente do Cruzeiro quer 'copiar' modelo de gestão do Atlético para clube sair da crise
Torcedores do Cruzeiro 'inundam' live do presidente com mensagens de 'fora, Sérgio'
Perda de pontos? Exclusão? O que pode acontecer se o Cruzeiro não entrar em campo contra o Avaí

Hombridade e profissionalismo

Ao anunciarem o retorno aos treinamentos, os jogadores do Cruzeiro citaram “hombridade, profissionalismo e preocupação em não prejudicar a instituição” para justificar a decisão.

Entretanto, os atletas asseguraram que as cobranças para a regularização das pendências continuará, citando a situação dos demais funcionários do clube, que também sofrem com os recorrentes atrasos salariais.

Em relação ao próximo compromisso pela Série B, a Raposa tem duelo marcado com o Avaí, na próxima sexta, às 21h30, na Resscada, em Florianópolis, pela 31ª rodada da competição. Com 31 pontos, o time celeste ocupa a 11ª colocação na tabela de classificação.