Apesar da boa atuação do colombiano Orejuela contra o Villa Nova, o técnico Mano Menezes deixou claro que Edilson continua titular na lateral-direita do Cruzeiro.

“Vamos manter um pouquinho de calma, pois Edilson é o titular e não adianta ficar forçando porque ele (Orejuela) só vai entrar quando tiver que entrar.  Vocês me conhecem e sabem como a banda toca”, salientou o treinador.

O mesmo pode ser dito em relação a Egídio, que tem a sua posição de titular assegurada, apesar de Dodô, que estreou contra o Villa, poder fazer sombra na outra lateral. Pelo menos, por enquanto.

“Esses jogadores foram campeões conosco. Mostraram o seu valor, a sua qualidade, em jogos muito superiores a este que fizemos hoje. Queremos ganhar o Orejuela, sem perder o Edílson. Ganhar o Dodô, sem perder o Egídio. Assim se qualifica um elenco para se chegar aos resultados que precisamos”, analisou Menezes.