O Atlético-MG tem uma grande arma para bater o Tijuana nesta quinta-feira, em Belo Horizonte, e avançar à semifinal da Libertadores: o apoio de sua torcida. Desde a reinauguração da Arena Independência, há cerca de um ano, o time mineiro ainda não perdeu no estádio, somando, inclusive, vitória em todos os 11 jogos que disputou no local nesta temporada.

Além do apoio tradicional, a torcida do Atlético-MG prepara uma ação especial no jogo desta quinta-feira, quando os atleticanos que forem ao estádio prometem utilizar a máscara que ficou famosa no filme "Pânico". Seria uma forma bem-humorada de aterrorizar o adversário, aproveitando o cântico que costuma gritar: "Caiu no Horto, tá morto".

Assim, com a força da torcida na Arena Independência, estádio localizado no bairro do Horto, em Belo Horizonte, o Atlético-MG ganha confiança para enfrentar o Tijuana e conseguir a vaga na semifinal. O time mineiro se classifica até mesmo com um empate de 1 a 1, depois de ter feito 2 a 2 no jogo de dia do confronto, na semana passada, no México.

"O Tijuana é uma equipe boa, que marca bem, e a gente tem que ter cuidado, mas a gente sabe que, com a força da nossa torcida, pode conseguir a classificação", afirmou o atacante Diego Tardelli, um dos titulares do time mineiro. "É jogo complicado, mas temos uma vantagem grande que é jogar diante do nosso torcedor", admitiu o técnico Cuca.