A derrota por 2 a 1 para o Chile na sexta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador, não desanimou a seleção do Equador. O zagueiro Arboleda cobrou mais concentração da equipe e disse que, apesar dos dois reveses na Copa América, confia na classificação às quartas de final.

Lanterna do Grupo C, o Equador precisa vencer o Japão no último jogo da primeira fase, nesta segunda-feira, às 20 horas, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, e torcer por uma combinação de resultados nas outras duas chaves para avançar como um dos dois melhores terceiros colocados.

"Ainda temos a chance. Dependemos de alguns adversários, mas temos que vencer. Nos cobramos muito para ter mais concentração, mais qualidade na saída da defesa", afirmou o zagueiro do São Paulo.

Autor do único gol equatoriano no torneio até aqui, o atacante Enner Valencia endossou a fala de Arboleda em relação à necessidade de a equipe ter mais concentração em campo e alertou para as falhas nas bolas aéreas, já que os dois gols sofridos para o Chile foram originados a partir de cruzamentos na área.

"Nós conversamos sobre isso no vestiário. Temos que estar mais concentrados na bola pelo alto. Foi dessa maneira que sofremos gols no último jogo e também no primeiro (goleada sofrida por 4 a 0 para o Uruguai). Temos que corrigir com trabalho", disse o atacante do Tigres, do México.