O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMMG) deu o aval para a ampliação da capacidade da Arena do Jacaré de 13 mil para 18 mil espectadores. Com isso, o Cruzeiro vai poder vender 5,4 mil ingressos para os jogos que mandar no estádio.

Essa quantidade corresponde aos 30% de ocupação permitido pelas autoridades para este momento. A informação sobre o aumento da capacidade da arena foi divulgada pela rádio Itatiaia. 

O laudo que autoriza a mudança foi emitido após uma vistoria realizada no estádio a pedido da Raposa, que vai mandar os dois próximos jogos pelo Campeonato Brasileiro da Série B no local.

A primeira partida em Sete Lagoas será já neste sábado (11), às 11h, diante da Ponte Preta, pela 23ª rodada da competição. 

Os ingressos para o confronto com a Macaca começaram a ser vendidos no último sábado, com os sócios-torcedores tendo prioridade. 

“Nova casa”

A ida para a casa do Democrata-SL foi uma alternativa buscada pela diretoria estrelada após a proibição da presença de público nos estádios de Belo Horizonte, pela Prefeitura Municipal, em agosto. 

Entretanto, mesmo com a liberação do público na capital, confirmada nesta quinta, a cúpula celeste garantiu que ao menos os dois próximos jogos pela Segunda Divisão serão disputados em Sete Lagoas. Além do confronto com a Ponte, a Raposa vai mandar o jogo contra o Operário-PR, no dia 16 de setembro, também na Arena do Jacaré. 

Após as partidas em questão, os mandatários da Raposa vão reavaliar a situação para definir a sede dos azuis na sequência da temporada. O custo operacional inferior ao do Mineirão é outro fator que pode pender para a manutenção da Arena do Jacaré como casa da equipe celeste até o final de 2021. 

Leia mais

Moreno e Flávio voltam aos planos do Cruzeiro; confira a lista de relacionados contra a Ponte

Arena do Jacaré está em 'reta final' de reformas para receber o Cruzeiro na Série B

Cruzeiro faz parceria com a Buser para naming rights da Arena do Jacaré, 'nova casa' na Série B